Eventos astrológicos de 2020 – Prepare-se para a conjunção entre Júpiter e Saturno

eventos astrológicos de 2020

Você costuma ouvir as pessoas falarem sobre uma “nova era”? Embora pareça exagero, de fato, os eventos astrológicos de 2020 nos levará a uma nova era.

Mesmo a nova era só começando em 2020, já podemos ter uma noção do que possa ser. Isso ocorre porque a chamada “nova era” realmente começou em 1980, mas depois terminou temporariamente em 2000.

Ficou um pouco confusa? Fica tranquila que neste artigo iremos te explicar o porquê entraremos em uma nova era e, de quebra, te contar quais serão os eventos astrológicos de 2020. Vamos lá!

Por que entraremos em uma nova era?

Explico. A cada 20 anos, mais ou menos, os planetas Júpiter e Saturno aparecem próximos um do outro no céu. Esse fenômeno é chamado de ‘conjunção’ ou ‘união’. Essa conjunção significa o fim de um ciclo de 20 anos e o início de um novo.

Esse ciclo de 20 anos realizado pela conjunção Júpiter-Saturno é interessante, mas não é realmente um grande problema, astrologicamente.

O que é verdadeiramente interessante é que, por muitos e muitos anos, as conjunções retornam em signos do mesmo elemento (por exemplo, Terra, Água, Ar ou Fogo).

Os astrólogos acham isso muito significativo, por isso que essa repetição de elemento marca a duração de uma era. Então, quando as conjunções acabam mudando para ocorrer em um novo elemento entramos em uma nova era.

Desde 1902, todas as conjunções Júpiter-Saturno ocorreram nos signos de Terra (Touro, Virgem ou Capricórnio). Em 1980, tivemos a troca de elemento na conjunção Júpiter-Saturno, fenômeno conhecido como “mutação”. Naquele ano, a união ocorreu em Libra, signo do elemento Ar.

Em 2000, a conjunção voltou a acontecer em um signo de Terra. Ainda estamos sob a influência da conjunção de signos da Terra.

No entanto, a união ocorrida em 2000 é a última conjunção em signos da Terra por muitos anos. A partir de 2020, as conjunções estarão nos signos do elemento Ar (Gêmeos, Libra e Aquário) e ficaremos neles até 2159!

Mas o que tudo isso significa?

Ao longo da história, a conjunção Júpiter-Saturno foi observada de perto pelos astrólogos e sempre é vinculada à ascensão e queda de realezas, líderes e grandes pessoas. Alguns acreditam que a “Estrela de Belém” da Bíblia foi a grande conjunção do ano 7 a.C.

Por isso, as previsões astrológicas dizem que, a partir de 2020, provavelmente começaremos a ver muitas mudanças no mundo. Todas relacionadas à decadência de coisas da “Terra”, como petróleo, combustíveis fósseis, máquinas pesadas – e possivelmente do capitalismo e da grande indústria.

Temos uma amostra do que está por vir no período 1980-2000, quando a conjunção Júpiter-Saturno ocorreu em um signo do elemento Ar. Durante esse período, vimos o boom da revolução da informação – computadores pessoais, internet, Google – e colapso do muro de Berlim.

Bem provavelmente, a nova era em que entraremos, segundo a astrologia 2020, verá um crescimento enorme em ideias e informação (qualidades do ar) e de coisas menos tangíveis, menos terrenas.

Entre as novidades que a nova era deve trazer temos os carros autônomos que já estão logo ali, virando a esquina. Além disso, veremos grandes avanços na tecnologia de baterias, de energia renovável e de tudo que é movido a eletricidade. Carvão, vapor e óleo já eram!

Então, de certa forma, estamos caminhando para um futuro mais brilhante, inteligente e muito moderno. Esperamos que menos possessivo e ganancioso também.

Quando Júpiter e Saturno vão se encontrar?

Essa grande conjunção entre os planetas Júpiter e Saturno irá ocorrer no dia 21 de dezembro de 2020, em Aquário.

A conjunção Júpiter-Saturno será o maior evento astrológico de 2020!

As próximas conjunções entre esses planetas irão ocorrer em 31 de outubro de 2040, 15 de março de 2080 e 18 de setembro de 2100, todas em signos do elemento Ar.

Quando Júpiter e Saturno estão em conjunção, as previsões astrológicas apontam enormes mudanças no poder e na fortuna. Isso acontece porque Júpiter é expansivo em sua influência e Saturno, contraído.

Essa conjunção sugere um estado de intensificação, concentração. Ou seja, um grande potencial para mudanças explosivas!

Natal com Júpiter em conjunção com Saturno

Júpiter em conjunto com o trânsito de Saturno é um tempo de oportunidades, crescimento e boa sorte. Você chegou ao fim de uma fase da vida e sentirá que precisa avançar para um nível superior.

Em dezembro de 2020, você poderá ter uma sensação de conclusão ou satisfação com suas realizações. Talvez você perceba que não pode ir mais longe em sua carreira atual ou apenas se sinta como dentro de um novo desafio.

Você poderá encontrar barreiras no seu progresso, das quais precisa escalar ou dar a volta. Mas se você planejar bem, poderá crescer. De qualquer maneira, você estará rompendo barreiras ou expandindo-se dentro dos seus limites.

Planeta regente – o Sol

eventos astrológicos de 2020

O Sol será o grande regente de 2020, trazendo energia vital para sua vida, segundo a astrologia 2020. O sol é o astro do sucesso e da prosperidade.

Assim, a área da sua vida que você colocar sua energia será iluminada. Você terá mais clareza e lucidez para tomar as decisões.

O Sol virá para te ensinar a ter o coração aberto, o espírito generoso, jovialidade, amor e impulsos criativos. Assim, o melhor jeito de explorar todo o potencial que o Sol irá trazer para o seu ano será assumindo riscos.

No entanto, tome cuidado com os excessos para que você não se queime em seu próprio exagero, é o que recomenda as previsões astrológicas. Veja mais sobre a influência do Sol como regente de 2020.

Outros eventos astrológicos de 2020

Eventos astrológicos de janeiro de 2020

3/4 de janeiro – Chuva de Meteoros Quadrantídeos

A primeira grande chuva de meteoros de 2020 acontecerá logo nos primeiros dias do ano. Com até 40 meteoros por hora em seu auge, a chuva de Quadrantids irá nos proporcionar uma linda visão.

O melhor horário para observar esse evento astrológico de 2020 será após a meia-noite. Os meteoros irão irradiar da constelação de Bootes, mas poderão aparecer em qualquer lugar do céu.

10 de janeiro – Eclipse Lunar Penumbral

Um eclipse lunar penumbral ocorre quando a Lua passa através da sombra parcial da Terra, ou penumbra. Durante esse tipo de eclipse, a Lua escurecerá um pouco, mas não completamente.

Esse eclipse lunar penumbral será visível na maior parte da Europa, África, Ásia, Oceano Índico e Austrália Ocidental. Veja o Mapa da NASA e as informações sobre esse eclipse.

Eventos astrológicos de fevereiro de 2020

9 de fevereiro – Superlua

Neste dia, a Lua Cheia será totalmente iluminada pelo sol, a partir das 05h34.

Ela estará em sua posição mais próxima da Terra e parecerá um pouco maior e mais brilhante que o normal.

10 de fevereiro – Mercúrio no maior alongamento oriental

Se você deseja ver Mercúrio, este será o melhor momento, já que o planeta estará em seu maior alongamento oriental, de 18,2 graus do Sol.

Procure o planeta olhando para a parte baixa do céu ocidental, logo após o pôr do sol. Aproveite e veja o que significa Mercúrio nas casas.

Eventos astrológicos de março de 2020

9 de março – SuperLua

Em março teremos novamente uma Superlua. Neste dia, ela nascerá às 14h48.

20 de março – equinócio de março

O equinócio acontecerá às 00h50 e fará com que o dia, com céu claro, seja do mesmo tamanho da noite.

Este é também o primeiro dia do outono (equinócio de outono) no Hemisfério Sul e o primeiro dia de primavera (equinócio vernal) no Hemisfério Norte.

24 de março – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

Dessa vez vai ser o momento do Mercúrio se exibir no céu, em seu maior alongamento ocidental, de 27,8 graus do Sol.

Procure o planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol. Aproveite e veja como Mercúrio influencia os signos.

24 de março – Vênus no Maior Alongamento Oriental

Olha que sorte! No mesmo dia que você poderá observar melhor Mercúrio, Vênus também estará em um ponto ótimo para observação.

No entanto, enquanto Mercúrio estará em seu maior alongamento ocidental, Vênus estará em seu maior alongamento oriental, de 46,1 graus do Sol.

Então, no dia 24 de março, levante antes do nascer do Sol para ver Mercúrio e, depois do pôr do Sol, procure por um ponto brilhante no céu ocidental. Esse será Vênus!

Eventos astrológicos de abril de 2020

8 de abril – SuperLua

Em abril, teremos a terceira de quatro Superluas em 2020. A Superlua irá aparecer às 23h35.

eventos astrológicos de 2020

22/23 de abril – Chuva de Meteoros Lyrids

Lyrids é uma chuva de meteoros de intensidade média. Geralmente produz cerca de 20 meteoros por hora em seu pico.

O pico desta chuva de meteoros irá acontecer entre a noite do dia 22 e a manhã do dia 23. No entanto, alguns meteoros poderão ser vistos entre os dias 16 e 25 de abril.

Os meteoros irão irradiar da constelação Lyra.

Eventos astrológicos de maio de 2020

6/7 de maio – Chuva de meteoros Eta Aquarids

Eta Aquarids é uma chuva de meteoros de acima da média. Geralmente produz até 60 meteoros por hora em seu pico.

A melhor visualização dos meteoros será entre a noite do dia 6 e a manhã do dia 7.

O Hemisfério Sul terá uma visão melhor desse evento astrológico de 2020. No Hemisfério Norte, a média será de cerca de 30 meteoros por hora.

Essa chuva de meteoros é produzida por partículas de poeira deixadas pelo cometa Halley.

A melhor visualização será de um local escuro após às 21h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Aquário, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

7 de maio – SuperLua

A última Superlua do ano de 2020 acontecerá em maio. Ou seja, as quatro Superluas do ano serão todas no primeiro semestre.
Ela deve aparecer no céu às 07h45. Como estará em sua posição mais próxima da Terra, ela poderá parecer um pouco maior e mais brilhante que o normal.

Eventos astrológicos de junho de 2020

4 de junho – Mercúrio no Maior Alongamento Oriental

Olha o planeta Mercúrio querendo se mostrar outra vez! Ele estará em um alongamento oriental de 23,6 graus do Sol, o que facilitará a sua visualização.

Procure o planeta na parte baixa do céu ocidental logo após o pôr do sol. Aproveite e veja como se preparar para os períodos de Mercúrio retrógrado.

5 de junho – Eclipse Lunar Penumbral

O segundo eclipse lunar penumbral de 2020 ocorrerá no dia 5 de junho. Durante este eclipse, a Lua escurecerá ligeiramente, mas não completamente.

O eclipse será visível na maior parte da Europa, África, Ásia, Austrália, Oceano Índico e Austrália. Veja o Mapa da NASA e mais informações sobre esse eclipse.

21 de junho – Eclipse solar anular

Esse eclipse solar anular começará na África central e viajará pela Arábia Saudita, Norte da Índia e Sul da China antes de terminar no Oceano Pacífico.

Assim, a África oriental, o Oriente Médio e o Sul da Ásia verão um eclipse parcial. Veja mais informações sobre esse Eclipse e o mapa interativo da NASA no Google.

Um eclipse solar anular ocorre quando a Lua está muito longe da Terra para cobrir completamente o Sol. Assim, ela cobre parte do Sol, resultando em um anel de luz ao redor da Lua escura.

Durante um eclipse anular, a coroa do Sol fica invisível.

22 de junho – Solstício de junho

O solstício de junho ocorrerá às 18h44. O Pólo Norte da Terra será inclinado em direção ao Sol, que alcançará sua posição mais setentrional no céu e estará diretamente sobre o Trópico de Câncer, a 23,44 graus de latitude Norte.

Este é o primeiro dia do inverno (solstício de inverno) no Hemisfério Sul e o primeiro dia de verão (solstício de verão) no Hemisfério Norte.

Eventos astrológicos de julho de 2020

5 de julho – Eclipse Lunar Penumbral

No dia 5 de julho, haverá outro eclipse lunar penumbral, que ocorre quando a Lua passa pela sombra parcial da Terra, ou penumbra.

Neste dia, a Lua Cheia irá ficar ligeiramente escura, mas não completamente.

O eclipse será visível na maior parte da América do Norte, América do Sul, leste do Oceano Pacífico, oeste do Oceano Atlântico e África Ocidental extrema. Veja o Mapa da NASA e mais informações sobre esse eclipse.

14 de julho – Júpiter na Oposição

Antes da conjunção Júpiter-Saturno, teremos Júpiter bem próximo da Terra, com sua face sendo totalmente iluminada pelo Sol.

Ou seja, você conseguirá vê-lo a noite toda, já que o planeta estará mais brilhante do que em qualquer outra época do ano. Será um ótimo momento para fotografar Júpiter e suas luas.

Com um bom par de binóculos, você conseguirá ver as quatro maiores luas de Júpiter, aparecendo como pontos brilhantes em ambos os lados do planeta.

Já com um telescópio de tamanho médio, você conseguirá ir além e ver mais detalhes nas faixas de nuvens de Júpiter. Aproveite e veja o significado de Júpiter nas casas.

20 de julho – Saturno na oposição

Saturno também estará chegando pertinho da Terra – e de Júpiter! Com toda sua face iluminada pelo Sol, o planeta estará mais brilhante e ficará visível durante toda a noite.

Este será o melhor perfeito para você fotografar Saturno e suas Luas.

Aproveite o telescópio de tamanho médio ou maior que você comprou para ver Júpiter e veja os anéis de Saturno e algumas de suas luas mais brilhantes. Aproveite e entenda o significado de Saturno nas casas.

22 de julho – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

Em julho, Mercúrio também irá se exibir, ficando a 20,1 graus do Sol, em seu maior alongamento ocidental.

Procure o planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol.

28/29 de julho – Chuva de Meteoros Delta Aquarids

Uma chuva de meteoros média, o Delta Aquarids produz até 20 meteoros por hora em seu pico. Os meteoros são oriundos de detritos deixados pelos cometas Marsden e Kracht.

Essa chuva de meteoros estará em seu pico em 2020 entre a noite do dia 28 e a manhã do dia 29.

A melhor visualização será de um local escuro após às 21h. Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Aquário, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

Eventos astrológicos de agosto de 2020

12/13 de agosto – Chuva de meteoros Perseidas

Perseidas é uma das mais fortes chuvas de meteoros. Ela produz até 60 meteoros por hora nos horários de pico.

O ponto radiante desta chuva estará na constelação de Perseu. Estes meteoros são originários da cauda do cometa Swift-Tuttle.

13 de agosto – Vênus no Maior Alongamento Ocidental

Se você perder a primeira oportunidade do ano de ver Vênus, em março, terá uma segunda oportunidade em agosto. O planeta estará em seu maior alongamento oriental, de 45,8 graus do Sol.

Procure o planeta brilhante no céu oriental antes do nascer do sol. Aproveite e descubra a influência de Vênus nos signos.

Eventos astrológicos de setembro de 2020

11 de setembro – Netuno na Oposição

Demorou, mas Netuno também irá se mostrar em 2020. No dia 11 de setembro, o planeta gigante azul estará em sua aproximação mais próxima à Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol.

Ele estará mais brilhante que em qualquer outra época do ano e ficará visível a noite toda. Já prepare seu material para tirar ótimas fotos de Netuno.

Por estar muito distante da Terra, não será possível observá-lo a olho nu e nem com um binóculo. Ele apenas se apresentará como um ponto azul minúsculo nos telescópios. Aproveite e veja o significado de Netuno nas casas.

22 de setembro – Equinócio de setembro

O equinócio de setembro ocorrerá às 10h31. O sol vai brilhar diretamente no equador e haverá quantidades quase iguais de dia e noite em todo o mundo.

Este é também o primeiro dia de primavera (equinócio da primavera) no Hemisfério Sul e o primeiro dia de outono (equinócio do outono) no Hemisfério Norte.

Eventos astrológicos de outubro de 2020

1º de outubro – Mercúrio no Maior Alongamento Oriental

Olha Mercúrio aí de novo! O planeta estará, nesse dia, em seu maior alongamento oriental, de 25,8 graus do Sol.

Procure-o na parte baixa do céu ocidental logo após o pôr do sol.

7 de outubro – Chuva de meteoros Draconídeos

Produzindo apenas 10 meteoros por hora, os Draconídeos são uma pequena chuva produzida por grãos de poeira deixados pelo cometa 21P Giacobini-Zinner, descoberto em 1900.

Diferentemente das demais chuvas de meteoros, a melhor visualização dos Draconídeos se dá no início da noite.

Os meteoros irão irradiar a partir da constelação de Draco, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

13 de outubro – Marte na oposição

Chegou a vez de observar Marte. O planeta vermelho estará mais próximo da Terra e sua face será totalmente iluminado pelo Sol.

Mais brilhante que em qualquer outra época do ano, Marte ficará visível a noite toda e poderá ser fotografado.

Se você usar um telescópio de tamanho médio, conseguirá ver ainda alguns dos detalhes escuros na superfície laranja do planeta. Aproveite e veja o significado de Marte nas casas.

21/22 de outubro – Chuva de Meteoros Orionids

Orionids é uma chuva de meteoros de intensidade média e pode-se ver cerca de 25 meteoros por hora. Ele é produzido por grãos de poeira deixados pelo cometa Halley.

A melhor visualização será de um local escuro após às 22h. Os meteoros vão irradiar a partir da constelação de Orion, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

31 de outubro – Lua Azul

Quando um mês possui duas luas cheias, a segunda costuma receber o nome de Lua Azul. Este raro evento lunar ocorre apenas a cada poucos meses. Se prepare para começar a vê-la às 12h51.

31 de outubro – Urano na oposição

Urano também poderá ser visto entre os eventos astrológicos de 2020. O planeta azul-verde estará em sua maior aproximação à Terra e sua face será totalmente iluminada pelo Sol.

No entanto, devido a sua distância da Terra, ele somente poderá ser visto com a utilização de telescópios. E, ainda assim, aparecerá como um minúsculo ponto azul-verde. Aproveite e veja o significado de Urano nas casas.

Eventos astrológicos de novembro de 2020

4/5 de novembro – Chuva de meteoros Taurids

Uma chuva de meteoros menor, o Taurids produz apenas de 5 a 10 meteoros por hora.

É uma chuva incomum, que se consiste em dois fluxos separados. O primeiro é produzido por grãos de poeira deixados pelo asteróide 2004 TG10. A segunda corrente é produzida por detritos deixados pelo cometa 2P Encke.

Essa chuva de meteoros acontece anualmente entre os dias 7 e 10 de dezembro. Em 2020, terá seu pico na noite de 4 de novembro e na manhã seguinte.

A melhor visualização será logo após às 22h de um local escuro, longe das luzes da cidade. Os meteoros vão irradiar a partir da constelação de Touro, mas podem aparecer em qualquer parte do céu.

10 de novembro – Mercúrio no Maior Alongamento Ocidental

E lá vem Mercúrio de novo, atingindo seu maior alongamento ocidental, a 19,1 graus do Sol.

Quer vê-lo? Procure esse planeta na parte baixa do céu oriental, pouco antes do nascer do sol.

17/18 de novembro – Chuva de Meteoros Leônidas

O evento anual da chuva de meteoros Leônidas poderá ser visto em 2020 nos dias 16 e 17 de novembro.

Ela será visível na direção da constelação de Leão. Durante a chuva, a Terra passará por uma corrente de detritos deixados para trás pelo cometa Tempel-Tuttle.

30 de novembro – Eclipse Lunar Penumbral

Em novembro, teremos mais um eclipse lunar penumbral. Esse será visível na maior parte da América do Norte, no Oceano Pacífico e no nordeste da Ásia, incluindo o Japão. Veja o Mapa da NASA e mais informações sobre esse eclipse.

eventos astrológicos de 2020
Fonte: Portal Astronômico

Eventos astrológicos de dezembro de 2020

13-14 de dezembro – Chuva de meteoros Geminids

O Geminids é uma forte chuva de meteoros. Seu pico será nos dias 13 e 14 de dezembro, mas alguns meteoros serão visíveis entre 6 e 19 de dezembro.

Para muitos observadores, o Geminids é a melhor chuva de meteoros, já que produz de 60 a 80 meteoros por hora em seu pico.

14 de dezembro – Eclipse solar total

Em 2020 também teremos um eclipse solar total bem semelhante ao ocorrido em junho de 2019. A Lua irá bloquear completamente a luz do Sol em direção à Terra, revelando a bela atmosfera exterior do Sol conhecida como a coroa.

Quer ver esse raro evento astrológico de 2020? Então, agende uma viagem para o Sul do Chile e da Argentina, onde o eclipse total poderá ser visto.

Já na maior parte do Sul da América do Sul, do sudeste do Oceano Pacífico e do Sul do Oceano Atlântico, as pessoas poderão visualizar um eclipse solar parcial. Veja mais informações sobre esse Eclipse e um mapa interativo da NASA no Google.

21 de dezembro – Solstício de dezembro

O solstício de dezembro ocorrerá às 08h02 em 2020. O Pólo Sul da Terra será inclinado em direção ao Sol, que terá alcançado sua posição mais meridional no céu e estará diretamente sobre o Trópico de Capricórnio, a 23,44 graus de latitude Sul.

Este é o primeiro dia de inverno (solstício de inverno) no Hemisfério Norte e o primeiro dia de verão (solstício de verão) no Hemisfério Sul.

21 de dezembro – Rara Conjunção de Júpiter e Saturno

Esse será o dia da fatídica conjunção de Júpiter e Saturno. Como explicamos anteriormente, esses dois planetas brilhantes aparecerão a apenas 7 minutos um do outro no céu noturno.

Eles estarão tão perto que parecerão formar um planeta duplo brilhante.

Olhe para o Oeste logo após o pôr do sol para ver este par planetário impressionante e raro.

22/23 de dezembro – Chuva de meteoros Ursids

A chuva de meteoros Ursids é uma chuva de meteoros de intensidade média. Ela irá atingir seu pico entre a noite do dia 22 e a manhã do 23 de dezembro.

Geralmente essa chuva produz de 5 a 10 meteoros por hora, mas ocasionalmente pode produzir cerca de 100 meteoros por hora.

Confira também o calendário lunar 2020, com as fases da lua e seus significados.

Especialistas online

Symony Cigana

Baralho Cigano, Sacerdotisa, Sensitiva

97% Avaliações Positivas

2020 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Mahila Villar

Tarologa, Cartomante, Quirologa

97% Avaliações Positivas

1891 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Sacerdote Claudio

Sacerdote e Oraculista

98% Avaliações Positivas

4324 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Mahila Villar

Tarologa, Cartomante, Quirologa

97% Avaliações Positivas

1891 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *