O que é Erê? Conheça as crianças que trazem alegria para os terreiros

o que é erê

O Erê é um ser iluminado e encantado que trabalha como um intermediário do Orixá, expressando sua vontade. Porém, para saber o que é Erê realmente, é preciso entender que existem diferenças entre a sua atuação na Umbanda e no Candomblé

Na Umbanda, acredita-se que Erês são espíritos de crianças evoluídas que não chegaram a encarnar e que estão muito próximas dos Orixás, transmitindo suas sabedorias. Já no Candomblé, eles são vistos como entidades intermediárias que conectam o Orixá ao seu filho ou filha, em rituais de iniciação.

Seja qual for a tradição que você segue, é importante saber que leveza, alegria, verdade, pureza e emoções traduzem a essência do que é Erê. 

Ficou interessada para conhecer mais sobre esses guias de luz e energia? Aqui, explicamos o que é Erê na Umbanda e no Candomblé. De quebra, você aprende como fazer uma oferenda ao seu Erê. 

Aproveite para aprender tudo sobre Orunmilá, o Orixá Conselheiro

O que é Erê?

o que é erê

Foto: Pinterest

Brincadeiras e diversão é o significado da palavra Erê em yorubá e traduz muito bem o espírito de uma criança. No entanto, não pense que os Erês não são levados à sério quando eles surgem no terreiro. 

Apesar da festa e da alegria contagiante, esses seres encantados aparecem para equilibrar a energia do local e transmitir a mensagem do Orixá regente. Por isso, de forma muito pura, eles podem falar a verdade sem rodeios e fazer perguntas inapropriadas, típico de uma criança inocente. 

Dessa maneira, o Erê assume comportamentos e nomes que representam o Orixá para se conectar com as pessoas. Em outras palavras, eles simbolizam a ponte que une o inconsciente do Orixá e consciência humana.  

De qualquer forma, se você busca aprender o que é Erê, saiba que esse guia é portador da renovação, da transformação, da esperança e do amor puro. A sua importância é inegável, por isso, a sua presença no terreiro é sempre celebrada com muita festa.  

Características dos Erês:

  • Gostam de dançar e brincar;
  • Podem chorar e fazer birra;
  • Comem doces e guloseimas;
  • Trazem energia positiva para o terreiro;
  • Falam a verdade sem tabu;
  • Fazem perguntas importantes, mas vistas como “inconvenientes”;
  • Podem auxiliar em passes e rituais;
  • E transmitem a mensagem do Orixá. 

A lista acima é uma descrição geral do que é Erê, no entanto, é importante destacar que há uma diferença de atuação deste guia entre as correntes da Umbanda e do Candomblé. Sendo assim, o Erê segue a linha de Oxumaré na Umbanda e, no Candomblé, ele trabalha como mensageiro do Orixá de cabeça da pessoa quem o invoca. 

Mas não para por aí as diferenças do que é Erê nas duas tradições. Confira abaixo como as religiões enxergam esse ser encantado. 

O que é Erê na Umbanda? 

Os Erês fazem parte da linha de Oxumaré, a cobra arco-íris que representa a fortuna e a riqueza. Desse modo, o Orixá simboliza o equilíbrio do movimento da Terra e o caminho para a felicidade plena. 

Sendo assim, tanto Erê quanto Oxumaré trabalham em direção à renovação para atingir um objetivo. Por isso que, na Umbanda, o guia infantil pode participar de rituais, benzimentos e passes para as pessoas que buscam a sabedoria do Orixá. 

A festa de celebração dos Erês acontece no dia de São Cosme e Damião, os santos gêmeos da Igreja Católica. Os dois eram médicos que costumavam atender a população carente gratuitamente e, quando os pacientes eram crianças, entregavam doces. 

Por causa desses gestos, o dia de São Cosme e Damião é festejado com a oferenda de doces e guloseimas aos Erês, no terreiros de Umbanda. 

Para aprender mais sobre Cosme e Damião, assista o vídeo abaixo que a Mãe Ieda, especialista do Astrocentro, explicará para você:

Nomes de Erê na Umbanda:

  • Joãozinho;
  • Canjica;
  • Caboclo Mirim;
  • Zezinho Marinheiro;
  • Aninha;
  • Mariazinha; 
  • Damiana;
  • Lagoinha;
  • Estrelinha;
  • Crispim;
  • Flechinha, entre outros.

Os nomes dos Erês carregam os elementos do Orixá regente, assim como, por exemplo, Zezinho Marinheiro é regido por Iemanjá e Lagoinha, por Nanã Buruquê

O que é Erê no Candomblé?

o que é erê

Foto: Pinterest 

Em comparação com a Umbanda, o Erê no Candomblé é uma criança comportada e mais “contida”. Isso porque eles atuam como intermediários entre o Orixá e seus filhos, nos rituais de iniciação, transmitindo a mensagem sagrada. 

Por causa da sua importância, é comum confundir Erê com Ibeji. Na verdade, Ibeji é um orixá-criança representado por duas divindades gêmeas, por isso, faz-se o sincretismo com São Cosme e Damião.  

Porém, os Erês são entidades evoluídas que descem no terreiro de Candomblé para ajudar na limpeza espiritual da casa e transmitir a sabedoria dos Orixás. Dessa maneira, a presença do Erê é muito respeitada e admirada nas cerimônias. 

Como o Erê segue a linha do Orixá de cabeça da pessoa que o invocou, ele recebe o nome relacionado com a entidade religiosa. 

Nomes de Erês no Candomblé:

  • Conchinha e Maré: Iemanjá;
  • Chuvinha e Arco-Íris: Oxumaré;
  • Andorinha e Flechinha: Oxóssi;
  • Foguinho e Pinga Fogo: Exu;
  • Gamelinha e Trovoada: Xangô;
  • Pombinha Branca e Caramujinho: Oxalá;
  • Guerreirinho e Espadinha: Ogum;
  • Raio, Ventania e Tachinho: Iansã;
  • Amorzinho e Espelhinho: Oxum

Adotando as características do panteão candomblecistas, estes são apenas alguns dos nomes de Erês, de acordo com o seu Orixá. 

Culto ao Erê 

Se, nesse momento, você estiver se perguntando “como saber o nome do meu Erê?”, garantimos que você não é a única curiosa. Na verdade, não é possível encontrar a resposta para a sua dúvida de forma simples, pois o nome do Erê possui muita importância para os seus seguidores. 

Há quem defenda o jogo de búzios para identificar o Erê. Porém, muitos religiosos acreditam que é preciso incorporar a entidade para perguntar o nome do Erê na Umbanda ou no Candomblé. 

Como fazer oferendas ao Erê

Mesmo não sabendo o nome do seu Erê, você pode agradar a entidade infantil com uma oferenda ao Erê, orientada pela responsável do terreiro. 

Oferendas ao Erê:

  • Balas;
  • Bombons;
  • Pipocas;
  • Cocadas;
  • Pirulitos;
  • Refrigerantes;
  • Chocalhos;
  • Apitos, entre outros brinquedos de crianças. 

Passo a passo:

  1. Prepare dois pratos com os seus doces favoritos em número ímpar, ou seja, coloque 3, 5, 7 ou 9 (a quantidade que preferir);
  2. Com duas latas de refrigerante, deposite a sua oferenda em um parquinho de crianças ou em um jardim florido;
  3. Em seguida, acenda uma vela rosa e outra azul e coloque-as ao lado de cada prato de doce;
  4. Para finalizar, faça o seu pedido aos Erês e, quando ele for atendido, faça outra oferenda para agradecer. 

Aqui, você aprendeu o que é Erê e o que ele representa dentro das casas de Umbanda e Candomblé. Então, só falta você descobrir o nome do seu Erê e o Orixá que te rege.

Para isso, marque uma consulta online do jogo de búzios com um dos diversos pais e mães de santo disponíveis no Astrocentro. 

Mas se você quiser matar sua curiosidade, agora mesmo, você pode se aventurar no quiz “Qual Orixá te representa?”. Não esqueça de compartilhar o seu resultado nos comentários abaixo.

Especialistas online

Symony Cigana

Baralho Cigano, Sacerdotisa, Sensitiva

97% Avaliações Positivas

2020 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Lara Flor

Cartas Ciganas, Tarot, Oráculos

98% Avaliações Positivas

1069 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Sacerdote Claudio

Sacerdote e Oraculista

98% Avaliações Positivas

4324 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Jorge Purgly

Mago Branco,Tarot dos Orixás e Búzios

97% Avaliações Positivas

7494 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *