Santa Teresa d’Ávila, doutora da Igreja e fundadora dos Carmelitas Descalços

santa teresa d'ávila

Santa Teresa d’Ávila é uma figura importante no catolicismo e representa muito até para quem não é católico. A santa, natural de Ávila, na Espanha, teve uma participação muito importante no desenvolvimento da espiritualidade católica e foi autora de vários livros e manuscritos. 

Conhecida por ter ajudado a fazer uma reforma na Ordem dos Carmelitas, ela foi uma das fundadoras da Ordem dos Carmelitas Descalços, junto com São João da Cruz. Depois da sua morte, ela recebeu o título de Doutora da Igreja, pelo seu importante trabalho. 

Neste artigo, você conhece a história dessa santa e aprende também a oração que ela deixou a todos os seus fiéis. 

História de Santa Teresa d’Ávila

Nascida Teresa Sánchez de Cepeda y Ahumada, Santa Teresa d’Ávila nasceu no século XVI em um distrito da cidade de Ávila, a cerca de 120 km da capital espanhola, Madrid. Nessa época, a Inquisição Espanhola estava em pleno vigor, e a religiosidade era um aspecto central na vida pública e privada do país. 

O avô de Teresa foi condenado pela Inquisição por ter se reconvertido ao judaísmo. Já o pai conseguiu comprar um título de cavaleiro, o que lhe garantiu ser assimilado pela sociedade espanhola católica. Por conta desse histórico da família, a mãe de Teresa se empenhava em criar os filhos da maneira mais católica possível. 

A vocação de Santa Teresa d’Ávila

Mas a pequena Teresa já mostrava a sua vocação desde cedo. Ainda criança, ela era fascinada pelas histórias dos santos, principalmente por seus martírios.

Quando teve idade suficiente, ela foi para um convento da ordem carmelita para iniciar a sua missão. Porém, alguns anos depois, a menina ficou gravemente doente e foi enviada para se curar em casa. 

Hoje, acredita-se que ela tenha contraído malária, e a doença fez com que ela ficasse em casa por três anos. Durante esse longo período, para suportar as dores e o sofrimento da doença, a jovem Teresa se dedicou a ler algumas obras cristãs, como “O Terceiro Alfabeto Espiritual”, do padre espanhol Francisco de Osuna. 

O livro não era muito diferente de outras obras medievais espanholas, que falavam sobre a espiritualidade. O livro ensinava a fazer exercícios de contemplação interior, ou seja, técnicas que eram conhecidas na época como orações mentais. Na obra, também havia instruções para exames de consciência, avaliações e reflexões sobre os próprios atos. 

Seguindo essas práticas, a jovem noviça finalmente conseguiu se recuperar da doença. Assim, depois de três anos que ela havia interrompido seus estudos no convento, Teresa voltou ao carmelo para assumir o hábito.  

Já freira, a então irmã Teresa começou a se incomodar com os comportamentos assumidos pelas outras freiras dentro do convento. As visitas eram permitidas, e a entrada de pessoas de fora da ordem fez com que as freiras parassem de respeitar gradativamente os votos de silêncio e outros. 

Veja também: Quem foi irmã Dulce – Conheça a primeira santa brasileira

A nova Ordem dos Carmelitas

Em oração, Teresa teve uma revelação de Jesus crucificado, em que ele dizia que foram as conversas dela que o colocaram na cruz. Depois de um choro arrependido e da penitência, ela decidiu fundar um novo carmelo, com regras mais rígidas. Esse foi o primeiro passo para que a irmã Teresa se tornasse a reformadora da Ordem dos Carmelitas. 

O convento que ela fundou seguia padrões extremos de pobreza e privação, e a irmã Teresa também decidiu que as freiras não deveriam usar sapatos, somente sandálias.

Foi essa peculiaridade que fez com que a nova ordem passasse a ser conhecida como a dos Carmelitas Descalços. Na sua ordem reformada, o silêncio e a clausura eram votos inegociáveis, assim como a renúncia a todas as vaidades.

Os seus primeiros anos no convento foram inteiramente dedicados a escrever sobre a sua vida e as suas experiências religiosas. Ela tomou essa iniciativa incentivada pelo seu mentor e confessor, pois era uma pessoa de origem humilde e não tinha muita habilidade com as palavras. Hoje em dia, os livros e manuscritos de Santa Teresa d’Ávila são um dos maiores tesouros da Igreja Católica. 

Alguns anos mais tarde, ela recebeu a visita do diretor geral da Ordem dos Carmelitas. Satisfeito com o trabalho que a futura santa estava realizando no local, ele deu a ela permissão para fundar outros carmelos com a mesma filosofia. Assim, ela começou uma peregrinação por diversas cidades espanholas, construindo e fundando conventos da Ordem dos Carmelitas Descalços.  

A irmã Teresa faleceu de causas naturais em 1582, de causas naturais. Ela foi canonizada no século seguinte, 40 anos depois da sua morte, pelo papa Gregório XV. Mas mesmo antes disso, Teresa de Ávila já havia sido escolhida como a padroeira da Espanha.  

Dia de Santa Teresa d’Ávila

O mundo católico comemora o dia de Santa Teresa d’Ávila em 15 de outubro, data estimada da sua morte. Diz-se que a data é estimada, porque Santa Teresa morreu justamente no período em que a Igreja Católica estava fazendo a troca do calendário juliano para o gregoriano. 

No processo, foram eliminados todos os dias entre 4 e 15 de outubro. Como ela morreu na passagem de um dia para o outro, o dia 15 foi escolhido oficialmente como a data de celebração da santa. 

Santa Teresa d’Ávila, Doutora da Igreja

Em 1960, quase quatro séculos depois da sua morte, Santa Teresa d’Ávila foi nomeada pelo Papa Paulo VI como Doutora da Igreja. Esse título é concedido a pessoas que tiveram uma importância de destaque na Igreja Católica, principalmente no que diz respeito à teologia ou doutrina católica.

No caso de Santa Teresa, o título foi dado por conta dos seus trabalhos escritos e também pela sua reforma na Ordem dos Carmelitas. Os seus livros são uma herança que a Igreja valoriza até os dias de hoje.

A partir dos relatos de vida e das práticas espirituais da santa, a religiosidade e a espiritualidade católicas foram reforçadas. Além disso, ela ainda inspirou várias jovens a seguirem os passos da clausura e do silêncio, reforçando o papel central da Igreja na vida de diversas famílias. 

Você pode conhecer mais sobre a Santa e ver imagens dela e do seu carmelo neste documentário:

Oração de Santa Teresa d’Ávila

Entre todos os registros deixados por Santa Teresa d’Ávila, alguns ficaram mais conhecidos.

É o caso da oração “Só Deus basta”, que é uma das obras mais conhecidas internacionalmente da Santa. Ela acreditava que Deus estava no comando. Mas, para a Sua graça se manifestar, era preciso você entregar completamente a sua vida nas mãos Dele. 

O medo e as inseguranças não podiam ter lugar nessa relação, ou a mão de Deus não iria agir na sua vida. Sobre esse exercício de entrega, Santa Teresa escreveu um poema, que acabou sendo repetido como oração pelos seus devotos. Conheça:

Nada te perturbe, nada te espante,
Tudo passa, Deus não muda,
A paciência tudo alcança;
Quem a Deus tem, Nada lhe falta:
Só Deus basta.

Eleva o pensamento, ao céu sobe,
Por nada te angusties, nada te perturbe.
A Jesus Cristo segue, com grande entrega,
E, venha o que vier, nada te espante.
Vês a glória do mundo? É glória vã;
Nada tem de estável, tudo passa.
Deseja as coisas celestes, que sempre duram;

Fiel e rico em promessas, Deus não muda.
Ama-o como merece, bondade Imensa;
Quem a Deus tem, mesmo que passe por momentos difíceis;
Sendo Deus o seu tesouro, nada lhe falta.
Só Deus basta!

Santa Teresa d’Ávila deixou para a humanidade vários outros livros e textos muito bonitos e de grande poder espiritual. Se você quiser conhecer outras orações dessa santa, pode lê-las no nosso post:

Faça uma oração para Santa Teresa d’Ávila e entregue a vida nas mãos de Deus

Foto de capa: Wikipedia

Especialistas online

Hércules Tarólogo

Tarólogo e terapeuta esotérico

99% Avaliações Positivas

947 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Luciene Sulamita

Cartomante Médium Paranormal

98% Avaliações Positivas

5062 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Sarita do Oriente

Taróloga, Sensitiva, Intuitiva

97% Avaliações Positivas

2419 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Alex Tarólogo

Tarólogo e Cromoterapeuta

98% Avaliações Positivas

2672 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *