Santa Marta – Tudo sobre a protetora das mulheres e donas de casa

Santa Marta é conhecida como a padroeira católica das donas de casa, nutricionistas, cozinheiras, faxineiras e recepcionistas. Já na Umbanda, ela é cultuada como a protetora das mulheres, da família, do trabalho e do amor. 

Seja qual for a denominação religiosa, a história da Santa Marta é rica em demonstrações de fé e de amor ao próximo, pois ela está sempre preparada para receber em sua morada todas as pessoas que passam por necessidade. Por isso mesmo, ela também é conhecida como a santa das anfitriãs. 

Descubra aqui mais sobre quem foi Santa Marta e sua importância para o Catolicismo e para a Umbanda, religiões que celebram a Santa Marta no dia 29 de julho. 

Aproveite para conhecer a história de Nossa Senhora do Carmo, santa símbolo do Escapulário

Quem foi Santa Marta?

santa marta

Foto: Pinterest 

Se você é uma devota católica, você já deve ter lido o nome da Santa Marta na bíblia, não é mesmo? Isso porque ela é mencionada 13 vezes no livro sagrado como uma figura próxima a Jesus Cristo e que participou de importantes passagens que marcam a religião Católica. 

Santa Marta era irmã de Lázaro, amigo de Jesus, e Maria, aquela que escutava a palavra sagrada sentada aos pés de Cristo. Mas não foi através de seus irmãos que ela ficou conhecida. Na verdade, Jesus hospedava-se na casa de Maria sempre que estava de passagem pelo vilarejo de Betânia. 

Por sempre se dedicar ao conforto de Jesus e seus discípulos, oferecendo a comer, beber e onde dormir, a Santa Marta se tornou a patrona dos afazeres domésticos. Não é à toa que, ao invocar a santa, suas devotas procuram transformam seus lares em portos seguros onde entes queridos possam se sentir seguros e bem recebidos. 

Estudiosos da fé enxergam Marta a imagem da mulher (ou vida) ativa, aquela que age quando for preciso, enquanto que sua irmã Maria simboliza a mulher (ou vida) contemplativa sentada aos pés de Cristo para escutar sua palavra. 

Essa analogia coloca a Santa Marta como a representação da força feminina dinâmica e do seu papel de cuidadora dos mais desfavorecidos. 

História de Santa Marta

O nome Marta em hebraico significa “senhora” e simboliza o papel da mulher como chefe do lar e que pensa no conforto de todo mundo, ao abrir as portas de casa. Por isso, Jesus via a casa de Santa Marta como um refúgio para se abrigar após longas horas de viagens. 

Estando Jesus em viagem, entrou numa aldeia, onde uma mulher, chamada Marta, o recebeu em sua casa. Tinha ela uma irmã por nome Maria, que se assentou aos pés do Senhor para ouvi-lo falar. Marta, toda preocupada na lida da casa, veio a Jesus e disse: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe só a servir? Dize-lhe que me ajude. Respondeu-lhe o Senhor: Marta, Marta, andas muito inquieta e te preocupas com muitas coisas; no entanto, uma só coisa é necessária; Maria escolheu a boa parte, que lhe não será tirada”. (Lucas 10, 38-42)

Nesta passagem da bíblia, é possível ver a dedicação de Marta que, preocupada com o conforto de seus visitantes, preferiu arrumar a casa, ao invés de escutar o Senhor. Porém, na mesma passagem, observa-se a maneira carinhosa com a qual Jesus dá um “puxão de orelha” em Marta por não se atentar ao mais importante: a palavra de Deus. 

A aproximação de Santa Marta a Jesus fez dela uma verdadeira devota sempre preparada à escutá-lo, servi-lo e acolhê-lo em sua morada. Não é por menos que, ao ficar sabendo da morte de seu irmão Lázaro, Jesus fez um milagre. 

Mergulhada em uma tristeza profunda pela morte de Lázaro, Marta mandou chamar o Senhor que chegou apenas 4 dias após o falecimento do seu grande amigo. A santa, ajoelhada em seus pés, disse a Jesus: “Senhor, se tivesse estado aqui, o meu irmão não teria morrido. Mas mesmo agora, eu que tudo que pedires a Deus, Deus dará”

Com fé no poder de Cristo, Marta clamou pela intervenção divina e Jesus concedeu a ressurreição a Lázaro. Esse acontecimento apenas fortaleceu ainda mais a sua crença no Senhor. 

Dia de Santa Marta

santa marta

Foto: Pinterest

O dia de Santa Marta é celebrado em 29 de julho e é, especialmente, dedicada às cozinheiras, donas de casa, cozinheiras, nutricionistas e hoteleiras. A primeira celebração a santa data de 1262 e foi realizada por franciscanos. 

Desde aquela época, a sua imagem a retrata com um dragão aos seus pés. Isso porque, de acordo com a tradição, a perseguição aos judeus depois da morte de Jesus obrigou Santa Marta e seus irmãos a fugir para a França. Lá, eles se dedicaram à evangelização dos povos.

Ao passar pela cidade francesa Nerluc, os moradores relataram que passavam por momentos de terror com o dragão Tarasca que devorava animais e crianças. Sabendo que o amor pode vencer o ódio, Santa Marta fazer o possível e o impossível para domesticar o animal feroz. 

Dessa maneira, o dragão ficou aos seus pés e a população de Nerluc dormir tranquilamente. Com isso, não demorou muito para que todos se convertessem ao cristianismo graças às pregações da Santa Marta. Aliás, em sua homenagem, a cidade foi renomeada como Tarascon e nela foi fundado um mosteiro e uma basílica em seu nome. 

Santa Marta na Umbanda 

A Santa Marta na Umbanda é uma entidade muito respeitada e admirada, ainda mais, por mulheres. Isso ocorre porque ela é conhecida como a protetora do lar, do trabalho doméstico, do sagrado feminino, do trabalho, do amor e da família.

Além disso, a Santa sempre esteve ligada à poderes tidos como “mágicos” ou milagrosos. Por isso, ela era invocada por mulheres perseguidas, durante a Inquisição na Europa. Atualmente, as pessoas recorrem a ela em momentos de dificuldades e desolação. 

Invocação da Santa Marta na Umbanda:

  • Proteção da família;
  • Defesa em caso de relacionamentos abusivos;
  • Abrir caminhos;
  • Orientação dos filhos;
  • Adquirir autoconfiança;
  • E enfrentamento de desafios.

Para cultuar a Santa, suas devotas costumam oferecer vinho tinto, flores brancas, fitas coloridas e café. Normalmente, o dia da semana dedicado ao culto à Santa Marta é a terça-feira. 

A fiel protetora de todas as mulheres é uma Santa que ultrapassa as tradições e denominações religiosas. Por isso, ao invocá-la, você contará com a força divina da fé pura e suprema. Desse modo, aproveite o dia 29 de julho para garantir a proteção da sua casa e de todos que nela habitam. 

Se você está interessada em conhecer mais sobre as Santas, separamos posts com histórias de outras Santas:

Especialistas online

kaballah Luiza

Terapeuta, Taróloga e mediunidade

98% Avaliações Positivas

7174 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Oraculista DonJulio

oraculista mago medium psicanalista

99% Avaliações Positivas

1498 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Sabrina Mystica

Tarologa

94% Avaliações Positivas

976 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

CIGANA EVA

Oraculista

95% Avaliações Positivas

170 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *