Iemanjá Rainha do mar: aprenda mais sobre essa divindade

Iemanjá rainha do mar
3.285

Se você já passou o ano novo na praia com certeza deve ter pulado as sete ondinhas, porém você sabe de onde veio essa tradição? Pular as sete onde na virada do ano é uma forma de saudar Iemanjá Rainha do mar e pedir que abençoe o ano que vai chegar.

Assim, independente da religião, muitas pessoas fazem esse ritual de passagem, porém poucos sabem o quanto Iemanjá pode ajudar. Então, hoje vou falar um pouquinho sobre Iemanjá rainha do mar, e como você pode pedir o seu auxílio mesmo longe da praia.

Iemanjá Rainha do mar: conhecendo a origem

Também conhecida como a protetora dos navegantes, Iemanjá rainha do mar é uma orixá com origens religiosas africanas. Além de ser adorada no Candomblé e na Umbanda, ela também aparece em religiões como:

  • Batuque;
  • Xangô do Nordeste;
  • Omoloko;
  • Xambá.

Apesar disso, a deusa também é celebrada por pessoas de outras religiões, como a católica e a espírita, sendo conhecida também como a ‘Afrodite brasileira’, pois muitos recorrem a ela para resolver seus problemas amorosos.

O dia de Iemanjá rainha do mar é comemorado em datas diferentes, dependendo da região. Por exemplo, em São Paulo a divindade é celebrada no dia 8 de dezembro, já no Rio de Janeiro, é comemorado no dia 31 de dezembro.

Porém, uma das maiores celebrações do dia de Iemanjá acontece na Bahia, no dia 2 de fevereiro. Muitas pessoas pedem que ela abençoe seus lares e suas famílias, pois ela também é conhecida como protetora dos lares e das crianças.

E se acaso você está com problemas no seu lar ou com a família, Iemanjá não é a única que pode te ajudar. Você também pode conversar com nossos consultores.

Então, vamos conhecer um pouco mais sobre essa figura tão poderosa para e por que tantas pessoas a celebram.

A história de Iemanjá

De acordo com a lenda, Iemanjá era filha do soberano dos mares Olokun. Com a finalidade de proteger sua adorada filha, Olokun deu a Iemanjá uma poção que a ajudasse a fugir de qualquer perigo.

Então, um tempo depois, Iemanjá acabou se casando com Olofin-Oduduá, e teve com ele dez filhos, conhecidos posteriormente como os orixás. Contudo, por ter que amamentar todos os seus filhos, o corpo de Iemanjá foi mudando, e ela sentia vergonha de seus seios, que cresceram muito.

Conforme o tempo passava, Iemanjá ficava mais triste e infeliz, pois seu marido caçoava muito dela por causa dos seus seios. Porém, um dia, ela resolveu largar o seu marido, e sair em busca de sua felicidade.

Uma vez que estava em sua jornada, Iemanjá e o rei Okerê acabaram se apaixonando, mas, para que se casassem, Iemanjá fez o rei prometer que jamais iria caçoar do corpo dela. 

Assim, com a promessa feita, os dois se casaram, porém, depois de beber um pouco demais, o rei começou a caçoar dos seios de Iemanjá, que então fugiu.

Para que pudesse se desculpar, o rei foi atrás dela, porém, ela usou a poção que seu pai havia lhe dado. Com isso, a poção se tornou em um rio, que desaguava no mar, ou seja, uma rota de fuga de volta para casa.

Dessa forma, com medo de perder a esposa, o rei Okerê se transformou em uma montanha, para que pudesse impedir o rio de alcançar o mar. Porém, o filho de Iemanjá, Xangô, partiu a montanha ao meio com um raio, permitindo assim que Iemanjá retornasse para o oceano, se transformando em rainha do mar.

Quais são os poderes de Iemanjá?

Iemanjá rainha do mar é muito conhecida por ser a padroeira dos pescadores, porém há muito mais do que isso nela.

Por causa de sua história, Iemanjá também  leva a imagem da matriarca, ou seja, a mãe protetora. Assim sendo, várias mães recorrem à ela para pedir proteção para o seu lar e a sua família. Além disso, muitas grávidas também pedem sua benção para que a criança nasça com saúde e sem complicações. 

Ainda por causa da sua história, outras pessoas que recorrem à Iemanjá são os apaixonados. Muitos fazem rituais e oferendas para que a deusa olhe por seus relacionamentos ou os ajudem a encontrar sua alma gêmea.

E se você estiver com problemas no amor, saiba que nós também temos especialistas que podem te ajudar.

Assim, vamos ver alguns rituais que você pode fazer para celebrar Iemanjá rainha do mar. E 

não se preocupe, apesar da maioria das oferendas serem feitas no mar, você também pode fazer oferendas à ela mesmo longe da praia.

O que posso oferecer a Iemanjá Rainha do Mar?

Lembra que eu falei que Iemanjá era considerada a ‘Afrodite brasileira’? Então, com isso em mente, muitas pessoas oferecem à deusa produtos de beleza como perfumes e itens de maquiagem. 

Além disso, algumas pessoas também oferecem arroz, para simbolizar a prosperidade.

Porém, ao fazer essas oferendas no mar, você deve se lembrar que, mesmo querendo celebrar a deusa, você ainda precisa ter consciência ambiental. Até porque, se Iemanjá é a deusa do mar, talvez ela prefira oferendas que não poluam suas águas com vidros, por exemplo.

Por isso, ao invés de perfumes, prefira flores, que, além de perfumadas, também remetem à beleza. Além disso, você também pode fazer uma oferenda para Iemanjá em seu próprio lar.

Quer saber como? Vem comigo que eu te ensino.

Atraindo energias positivas com Iemanjá

Vou te ensinar uma simpatia simples de oferenda para que Iemanjá possa abençoar o seu lar e a sua família. Para ela você vai precisar de:

  • 1 prato de louça branco;
  • 1 vela de sete dias azul clara;
  • 3 rosas brancas;
  • 1 espelho de bolso;
  • 1 pó compacto;
  • 3 moedas de 50 centavos;
  • perfume com cheiro de talco.

Assim, para começar, tire com cuidado as pétalas das rosas e coloque-as no prato, e então coloque a vela bem ao centro, com o espelho, as moedas e o pó compacto em volta.

Então, acenda a vela e borrife nela o perfume de talco 3 vezes. Enfim, mentalize os seus pedidos para Iemanjá, e deixe o prato em um lugar seguro durante os sete dias de duração da vela.

Assim que terminarem os sete dias, recolha todos os materiais do prato, coloque em um saco plástico e descarte no lixo (inclusive as moedas). O prato pode ser lavado e usado normalmente depois disso

Sem dúvida, a ajuda de Iemanjá rainha do mar pode trazer muita harmonia para o seu lar e para a sua vida, porém, não se esqueça que a sua fé e as suas ações também têm um grande papel nisso. Assim sendo, você pode melhorar suas energias com um banho de limpeza energética.

Então, eu vou ficando por aqui e espero que Iemanjá abençoe sua vida. Até a próxima.

Compartilhe nas redes sociais

Arthur Peroni
Arthur Peroni
Arthur Peroni escreve sobre a vida, o universo e tudo mais. Amante da literatura mística, e ficção, descobriu sua carreira de redator graças ao hábito de leitura constante sobre fantasia e drama.
Nas horas vagas, gosta de cozinhar, ler e ver filmes antigos. Já trabalhou com, comunicação social, massoterapia, terapias holísticas e design de interiores. Atualmente trabalha como redator SEO e se entusiasma com tudo o que é esotérico.
Gosta de discutir sobre assuntos complexos e instigantes, e vê na escrita uma oportunidade de aprender e criar todos os dias, mentalmente e espiritualmente.

Especialistas online