Saiba quem foi São Sebastião – O protetor contra a peste

Quem foi São Sebastião

Saber quem foi São Sebastião é interessante para todos aqueles que seguem a tradição católica e tem o hábito de rezar. Conhecido como protetor contra a peste, este santo foi um soldado romano que, por persistir na sua fé em Cristo, foi martirizado. Compreender suas histórias e os sacrifícios que passou em vida é algo essencial para que os fiéis se aproximem da figura por trás das orações. Conheça agora mais sobre sua história com o texto a seguir.

A história para saber quem foi São Sebastião

Para entender quem foi São Sebastião, é preciso retomar às suas origens. Ele foi um homem nascido em Narbona, uma cidade na França, no ano de 256 d. C. Seu nome tem origem grega – Sebastós – e significa divino e venerável. Quando criança, a família se mudou para Milão, Itália, e foi ali que ele cresceu, estudou e seguiu a carreira de militar, assim como o pai.

Sebastião, muito dedicado ao exército romano, chegou a atingir cargos ocupados apenas por pessoas extremamente corretas. Ele foi um homem que se dedicou muito ao trabalho militar e teve o reconhecimento dos imperadores romanos. No entanto, uma informação não era de conhecimento dos imperadores e definiu a trajetória de quem foi São Sebastião: não sabiam que ele era cristão.

E por ser cristão, ele não participava de martírios ou manifestações de idolatria, mas nunca deixou de cumprir suas funções no exército. Por essa postura, ele ficou conhecido por servir tanto ao exército de Roma quanto ao “exército” de Cristo. Sebastião era um homem muito empático e, sempre que podia, visitava cristãos que estavam presos, ajudando como era possível. Acredita-se que Sebastião se alistou ao exército já com a intenção de fortalecer os cristãos que eram maltratados com as torturas.

Descobrindo quem foi São Sebastião

Com o tempo, o imperador romano descobriu quem foi São Sebastião. Ao ficar sabendo que haviam homens cristãos infiltrados no exército, o imperador fez uma espécie de “caça às bruxas” para expulsá-los. No entanto, como Sebastião era filho de um soldado, foi obrigado a continuar servindo ao exército mesmo sabendo que corria perigo.

Sebastião foi denunciado por um soldado. Diante da situação, o imperador sentiu que havia sido traído e ordenou que Sebastião renunciasse à fé que tinha em Jesus Cristo. Como um cristão convicto, ele negou. Como resposta, o imperador mandou que o matassem para que fosse exemplo aos outros. Então, os arqueiros do império amarraram São Sebastião em um poste, atiraram-no flechas e o deixaram sangrando até que morresse.

O fim da história de quem foi São Sebastião

Alguns cristãos foram até o local e se surpreenderam ao encontrar Sebastião ainda vivo. Eles o tiraram dali e esconderam na casa de Irene, uma devota, que cuidou dos ferimentos causados pelas flechas.

Curado, Sebastião continuou seu trabalho de evangelizar e procurou o imperador para pedir que ele parasse de perseguir e matar aqueles que seguiam a palavra de Jesus Cristo. Mais uma vez, o imperador mandou que o matassem e o jogassem em uma fossa para que não fosse encontrado. E assim foi feito.

Depois da morte, apareceu para uma cristã e falou a ela que encontrasse seu corpo pendurado em um poço, pedindo para que fosse enterrado junto aos apóstolos. O desejo foi realizado e Sebastião tornou-se santo. A história de quem foi São Sebastião continua sendo contada como exemplo do poder e resistência da fé.

Agora que você já sabe quem foi São Sebastião, leia também:

Compartilhe nas redes sociais

Avatar
Astrid
A redação do Astrocentro traz para você os melhores conteúdos de astrologia, tarot, vidência e muito mais. A sua experiência é muito importante para nós, então não se esqueça de deixar o seu comentários falando o que acha do nosso blog, viu? Beijinhos!

Especialistas online