Poder da intuição: Entenda como usá-lo

poder da intuição

A intuição nos relaciona a diversos aspectos interiores. Muitos de nós depositamos nossa confiança em coisas que podemos ver, tocar, ouvir, saborear ou cheirar. É verdade que nossos sentidos nos conectam ao mundo de uma forma muito real e significativa (parte de estar presente, afinal, é estar ciente do seu corpo e do mundo físico ao seu redor), mas isso não significa que eles os únicos poderes que temos à nossa disposição. Não podemos, não devemos, esquecer o poder da intuição.

O que é o poder da intuição?

Ao contrário dos cinco sentidos, que nos permitem obter dados observáveis ​​e mensuráveis ​​de nosso entorno, a intuição vem de dentro. Sua intuição está disponível apenas para você e só pode ser interpretada por você. E a intuição é subjetiva. Na verdade, a intuição muitas vezes se choca com fatos observáveis. 

Digamos que você saia para almoçar com um amigo. Ele sorri ao cumprimentá-lo, compartilha informações sobre seu dia e ri da história engraçada que você conta.

Mas você conhece bem esse amigo e pode ver que algo está “errado”. Seu sorriso é um pouco largo. Ele falou um pouco rápido demais sobre seu dia. Sua risada parecia um pouco forçada.

Um observador casual veria um homem sorridente, falando e rindo passando um tempo com um amigo. Mas o poder da sua intuição lhe diz que essa aparência de “normalidade” engana. Existem evidências na sua frente, mas, no fundo, você não confia nelas.

Você fica sério e pergunta ao seu amigo se algo está errado. Ele desaba e despeja todos os problemas e negatividade que está segurando. 

Eu tive esse cenário exato com amigos e familiares ao longo dos anos, e me surpreende como minha intuição, pelo menos em casos como esse, raramente me leva ao erro. 

De onde vem a intuição

Você já viu seu amigo agir dessa maneira antes e, na época, ele estava passando por momentos difíceis. Seu cérebro aprendeu com essa experiência, de modo que, quando os dados se apresentarem novamente, ele disparará o alarme da sua intuição. 

Por causa disso, eu argumentaria que o poder da intuição tem um potencial maior do que às vezes acreditamos. A intuição é a soma de nossas experiências coletivas, fundindo-se em um sentimento que pode, se permitirmos, nos guiar em uma direção ou outra. 

E às vezes, é claro, esses sentimentos viscerais parecem surgir do nada, apresentando-nos opções que poderíamos não ter considerado de outra forma.

Por que a intuição é poderosa?

Quer a intuição seja o resultado de experiências passadas ou um sentimento inesperado, uma coisa é certa: a intuição é poderosa. Aqui estão algumas razões do porquê.

A intuição convida à simplicidade

A simplicidade é, por si só, poderosa.   Quando as coisas são simples, são descomplicadas e fáceis. Com simplicidade, a vida é focada e com propósito. Você pode seguir em frente sem questionar ou questionar a si mesmo.

Se você seguir sua intuição, convidará à simplicidade. Em vez de pensar demais em cada pergunta ou problema que surge, você confia em seu instinto. O que poderia ser mais simples do que seguir o poder da intuição?

Sua intuição sempre leva em consideração seus melhores interesses

Grande parte do poder da intuição reside no fato de que sua intuição sempre visa o melhor para você. Lembre-se: sua intuição é para você e apenas para você. Ele quer o que é melhor para você, porque está pensando apenas em você. 

Isso não significa que sua intuição sempre o levará a ser egoísta. Ao contrário, sua intuição pode levá-lo a ajudar outra pessoa ou desistir de algo. Mas o que quero dizer é que ele apenas lhe dirá para fazer o que acha que você precisa. Ele fará o possível para levá-lo à alegria.

Seguir sua intuição pode ajudá-lo a fazer escolhas melhores

Tentar tomar uma decisão com base apenas em dados leva à paralisia da análise. Você não pode tomar uma decisão porque há dados que suportam ambas as escolhas. Você precisa desse dom para ajudá-lo a tornar os dados pessoais. Você precisa descobrir e interpretar como cada possibilidade o faz sentir e precisa usar esses sentimentos para tomar suas decisões. 

Existem até pesquisas que sugerem que as pessoas que se concentram no poder da intuição ao fazer grandes compras ficam mais felizes com suas decisões a longo prazo. 

Confiar na sua intuição permite que você se conheça

Existe algo mais valioso do que conhecer a si mesmo? Quando você se conhece, é capaz de se compreender melhor: por que pensa, sente e age daquela maneira; como transformar hábitos ruins em bons; o que motiva você; O que te faz feliz. Conhecer a si mesmo é a chave para criar uma vida feliz para si mesmo.

Confiar na sua intuição é confiar em si mesmo. É aprender a reconhecer aquela voz dentro de sua cabeça – a voz que é exclusivamente sua – e decidir que talvez, apenas talvez, ela saiba do que está falando. Dessa forma, a intuição ajuda você não apenas a se conhecer, mas também a construir confiança em si mesmo. 

Como aproveitar o poder da intuição

A intuição é claramente importante e poderosa, mas como você pode aproveitar este dom para que possa beneficiá-lo como criativo e como pessoa? 

Saiba como é o seu pressentimento

Novamente, o autoconhecimento é fortalecedor. Você tem que saber o que seu pressentimento se sente se vai colocá-lo para trabalhar para você. Pode ser fácil confundir esse sentimento com ansiedade, medo, crítica, desejo, ambição ou qualquer outro sentimento. Aprenda como são seus sentimentos em seu corpo. Isole essa voz interior. Reconheça a sensação e os tipos de coisas que ela lhe diz para fazer. À medida que você se conhece, conhecerá sua intuição.

  • Rastreie pensamentos inspirados por este dom

Mantenha um diário ou uma lista contínua de coisas que sua intuição lhe diz. Você pode começar a ver padrões. Talvez sua intuição seja muito forte quando se trata de sua carreira, mas nem tanto quando se trata de relacionamentos. Talvez seja mais provável que você dê ouvidos à sua intuição quando ela o pressiona de determinada maneira. Que pensamentos você descarta sem nem mesmo entretê-los?

Conforme você rastreia os pensamentos inspirados por este dom, você se familiarizará com o som daquela voz interior, permitindo que você a domine com mais facilidade. 

  • Combine sentimentos com dados

Não estou sugerindo que, de repente, você viva sua vida 100% de acordo com o que sente. Se eu vivesse e respirasse com base na minha intuição, provavelmente ficaria em casa o dia todo me perdendo em livros e pedindo comida para viagem. É importante equilibrar sua intuição com dados: “Não posso ficar em casa o dia todo, porque tenho contas a pagar, então preciso ir trabalhar”. “Meu instinto está me dizendo que amo aquele Porsche, mas minha conta bancária está me dizendo para ir para o Honda.”

Sentimentos e dados são importantes quando se trata de tomar decisões inteligentes. À medida que você aprende a controlar o poder da intuição, não se esqueça ou ignore o valor da observação, dos fatos e dos dados.  

  • Experimente comer de forma intuitiva

Quer fazer algo simples para começar a usar este dom? Experimente comer um pouco intuitivamente. Esta é uma filosofia “anti-dieta” baseada na ideia de que o seu corpo sabe o que precisa e lhe dirá o que é isso. Também lhe dirá quando está com fome e quando está cheio, e você precisa ouvir. 

Quando sentir fome, certifique-se de que é uma necessidade física, não emocional. Coma porque seu corpo precisa, não porque seu corpo pensa que precisa. Não se concentre em comer alimentos “bons” em vez de alimentos “ruins”; em vez disso, concentre-se em comer o que seu corpo deseja. Se quiser algo fresco, frio e crocante, opte pela salada. Se precisar de algo saudável e reconfortante, compre um pouco de macarrão com queijo. 

O objetivo é ouvir o seu corpo e suas pistas, e não julgar o que quer que ele esteja lhe dizendo.

  • Quando você se sentir preso, pare e ouça

Outro hack rápido: quando você ficar preso, pare e ouça. Sei que frequentemente tenho momentos no meu dia em que me sinto cansada, física e mentalmente, e simplesmente não tenho certeza do que fazer a seguir. Quero continuar me movendo e fazer as coisas, mas me sinto paralisado ou preso por um motivo ou outro.

Em momentos como esses, é vital que você pare de acelerar o motor para que possa fazer uma pausa e engrenar. Encontre um lugar tranquilo. Desligue o telefone ou outras distrações. Respire fundo. Ouça o que sua intuição lhe diz. Siga-o, mesmo que pareça algo pequeno ou insignificante (minha intuição me disse mais de uma vez que preciso de um lanche; surpreendentemente, o aumento do açúcar no sangue pode ajudar tremendamente).

O poder da intuição está em sua capacidade de capacitá-lo. Quando você ouve sua intuição, está se guiando. Você está construindo confiança na única pessoa que sempre terá com você. Você está aprendendo a dar a si mesmo o que precisa, em vez do que você ou outras pessoas desejam.

Ouça sua intuição. Ouça a sua voz interior. Você é mais poderoso do que pensa. 

Compartilhe nas redes sociais

Avatar
Nadini Lopes
Nadini de Almeida é jornalista, sacerdotisa da Tradição Diânica Nemorensis e da Tradição Gardneriana, tendo sido iniciada em Nova Iorque. É ordenada pela Fellowship of Isis e membro do Museu de Magia e Bruxaria do Brasil.

Especialistas online