Umbanda – a religião tipicamente brasileira

Em 1908, Pai Zélio Fernandino de Moraes registra a primeira tenda de Umbanda: Nossa Senhora da Piedade, em São Gonçalo, Rio de Janeiro. Este é o primeiro registro da religião, que é fruto da miscigenação cultural que, até hoje, é presente no Brasil.

A Umbanda é uma religião cristã derivada de diversas outras e rituais como os costumes indígenas Tupiniquins, do Kardecismo, do Catolicismo e principalmente do Candomblé, trazido da África na época da escravidão que ainda resiste até os dias atuais.

Na Umbanda acredita-se em Deus, em Orixás, em Anjos da Guarda, em Entidades e assim por diante, tanto quanto no poder da dança, do canto, das ervas e defumações.

A origem da Umbanda

Vinda da cultura africana, cada um de seus 14 Orixás  possui um sincretismo com os santos do Catolicismo, como por exemplo, Oxum, Orixá dos riachos, cachoeiras e nascentes tem relação com Nossa Senhora Aparecida.

É uma religião que não possui Dogmas. Tudo pode e deve ser questionado, pois todos os elementos pertencentes a uma gira (ritual sagrado da umbanda) têm uma explicação e um porquê.

Como está a Umbanda atualmente?

A Umbanda crê na existência de diversas verdades e que todas devem ser respeitadas, por isso aceita todos que vierem procurá-la. Mas, acima de tudo, acredita no poder do amor e da caridade. Por mais que alguns rituais em diversos terreiros possam se diferenciar em alguns pontos, o amor e a caridade são os pontos em comuns de todas elas.

Especialistas online

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *