Exu na Umbanda – Mitos e verdades sobre essa linhagem

Exú na Umbanda

Um Orixá trabalhador, defensor e conhecido como o mensageiro. Seu nome tem origem Yorubá, na palavra Esú, que quer dizer “esfera”. Assim, a energia dele é capaz de se manifestar de forma espiralada. Já sabe de quem estou falando? Só mais uma dica, é também o Guardião dos terreiros. Descobriu? Pelas características citadas, é claro que estou falando de Exu na Umbanda.

Muitas pessoas que não conhecem a religião, costumam confundir este Orixá com o do Candomblé. Mas mesmo que ambos não sejam a mesma entidade, eles possuem a mesma função: defender a porteira dos terreiros e das casas dos médiuns. Só que o Exu na Umbanda quando convocados, são para proteger a Casa e fazer o despache de espíritos zombeteiros e eguns.

O Exu na Umbanda é do mal?

Essa é uma das dúvidas mais recorrentes para aquelas pessoas que não conhecem a religião. Isso ocorre por conta do cruel sincretismo feito por outras crenças associando o Exu aos demônios. Assim, as pessoas acabam criando um preconceito contra esse Orixá, achando que ele só vem para fazer trabalhos maldosos. E isso não é verdade.

O Exu na Umbanda corresponde à vibração energética de um espírito que já conheceu as profundezas do mal e do apego à matéria e agora decidiu trabalhar apenas para a Luz. Sendo assim, nada mais indicado que um Exu para cuidar das questões cármicas mais sérias e materiais dos homens e para protegê-los daqueles que ainda não decidiram caminhar para o bem e para a luz.

O porquê das cores preto e vermelho para o Exu na Umbanda

As gargalhadas assustadoras e as mudanças faciais, podem assustar aqueles que não estão familiarizados com a força do Exu na Umbanda. Porém, como tudo nessa religião, há um propósito oculto para isso.

Como esses Orixás são os guardiões e os protetores dos médiuns, portanto, precisam afastar e espantar o mal. Da mesma forma, conhecem a vibração dos espíritos mais baixos e essa é o mecanismo que tem para afastá-los, demarcando território com risadas, tridentes, passadas bruscas e palavrões. A conduta do Exu vai depender de doutrinamento e das exigências do dirigente da Casa.

Então, o Exu na Umbanda faz trabalho para o mal?

Os Exus são os Senhores do Karma. Conhecem o bem e o mal de perto e ainda vibram em uma frequência próxima à matéria, sendo os primeiros a nos ajudar com questões materiais. Portanto, é possível que exista Exu na Umbanda que não-doutrinados e que podem fazer o Mal. Porém, muitas vezes não é nem porque querem, e sim porque obedecem fielmente a lei do Karma.

Se uma ação tem início na mente maldosa de um médium, quem seria esse Orixá para desvirtuá-lo de seu Karma? Um Exu na Umbanda é sempre honesto e costuma deixar bem claro para o consulente a responsabilidade por suas escolhas e ações.

Os nomes do Exu na Umbanda e seus costumes

Há Exu na Umbanda que são homens, como Exu Caveira, Exu Veludo, Tranca Rua, Exu Tiriri, Exu Marabô e também as Exus mulheres como a Maria Padilha, a Maria Molambo, a Pomba-gira Cigana, dentre outras.

Muitos são vaidosos e gostam de receber presentes, mas muitas dessas exigências podem ser apenas da cabeça do médium. Por isso, é importante ter giras de desenvolvimento dessa energia e oferecer os padês necessários para a firmeza dos médiuns e da casa. Assim, é neles que os Exus buscam forças para exercer o seu trabalho.

Agora que você já sabe melhor sobre o Exu na Umbanda, conheça mais alguns textos que exploram essa religião:

Especialistas online

Cigana Ísis

VIDENTE-TARÓLOGA-TERAPEUTA

98% Avaliações Positivas

16684 Consultas

20% de desconto

CONSULTAR AGORA

Mara Taróloga

Tarológa, Vidente, Sensitiva

98% Avaliações Positivas

6168 Consultas

20% de desconto

CONSULTAR AGORA

Cíntia Tarô

Taróloga e Numeróloga

98% Avaliações Positivas

2096 Consultas

20% de desconto

CONSULTAR AGORA

Zelei Egípcia

baralho cigano terapeuta floral reiki

83% Avaliações Positivas

195 Consultas

20% de desconto

CONSULTAR AGORA

Comentários

    • Parabens pela sua colocação o que é Exú, acho que se aceita um pitaco e dar a entender a todos que Exú não trabalha no mal….quem trabalha no mal e se passa por Exú são espiritos em evolução que ainda fazem a troca por estarem preso a vida corporea….enquanto não evoluirem serão espiritos como muitos dizem CAIDO….Os Exús não tem forma de bichos e nem defeitos fisicos como uma Caveira ou um Bicho Bravo…..são senhores e senhoras que quando encarnado tiveram uma vida de nobre com uma posição na sociedade…..enfim parabens pela sua colocação..abraços e Axe

      • Oie, Carlos.
        Assim a gente fica sem graça, haha.
        Muito obrigada pelo carinho e por suas palavras maravilhosas. Isso nos incentiva para que continuem escrevendo mais e mais conteúdos úteis e didáticos.
        Beijos!

  • Mas como não vão interpretar ou associar o Exu a Satanás? Uma parte dos terreiros colocam imagem de um cara vermelho, de barbicha, de chifrinho e um tridente, o que vocês querem que o povo pense? A ignorância do povo que constrói um terreiro de Umbanda é de colocar a imagem do Demônio representando Exu se na verdade a imagem deveria ser de Santo Antônio. Se levar uma pessoa que quer conhecer um centro de Umbanda pela primeira vez e ele ver esta imagem, o que ele vai pensar? “Ah, mas na verdade ele se veste assim e a imagem dele também é essa mas o intuito dele é fazer o bem!” Como assim? Exu é no sincretismo SANTO ANTÔNIO. A imagem tem que ser de Santo Antônio! E outra, pode cantar os pontos de Exu, porém, nada que se refira à Satanás. Se lá é também casa de Deus, imagine em uma Igreja católica ou evangélica começarem a cantar músicas que refiram nomes do diabo ou de satanás!?

    • Oi, José.

      A representação nos terreiros de umbanda é essa mesmo. Esse Orixá têm rosto vermelho e outras características, embora isso remeta a imagem de satanás, não é verdade. Não devemos nos prender em preconceitos e representações que já temos na cabeça. Sobre a imagem de Santo Antônio, você está certo quanto ao sincretismo. Contudo, um terreiro de umbanda trás energias e ideologias do umbandismo. Em igrejas católicas, a representação será de Santo Antônio. O sincretismo é uma mistura de ideologias para criação de uma nova.

      Espero ter ajudado, beijos.

  • Li uma parte em que diz, que o exu pode fazer o mal obedecendo o seu medium uma vez que esse exú nao foi doutrinado.
    Bom, um exú no nosso tempo e espaço leva em média 40 anos estudando e se preparando para se tornar um exú e assumir a condição de guardião. Quando se tem um guardião, se tem então; uma entidade igual a de um orixá ou caboclo dentro da umbanda, sendo esse exú guardião, uma entidade de muita luz, conhecimento, disciplina e de outras qualidades adquiridas durante o seu processo de evolução.
    Portanto, não vamos confundir um exú com seres elementares que estão em desenvolvimento, sendo que esses muitas vezes estão aprendendo com nossas atitudes e vão assimilar aquilo que nós ensinarmos a eles, tanto coisas boas quanto coisas ruins, tais seres muitas vezes, se passam por exús para poder barganhar algum beneficio em troca de um favor qualquer, por isso temos que ter cuidado com esses seres para não achar que são nossos exús guardiões esses que, por sua vez, tem uma índole inabalável e uma ética incorruptível.

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *