Feng Shui: saiba como transformar a decoração da uma casa usando as recomendações desta prática milenar chinesa

feng-shui-decoracao-casa

O mundo anda diferente! Para espantar qualquer energia ruim e atrair coisas boas, não só para a vida pessoal quanto para a profissional, as pessoas têm explorado todas as opções.

Uma delas é o Feng Shui, uma técnica milenar de harmonização de ambientes que surgiu na China, mas que ganhou adeptos ao redor do globo. Veja no texto a seguir como usá-la para transformar a decoração de sua casa!

Um pouco sobre o Feng Shui

Como dito antes, o Feng Shui é um tipo de ciência. Ela deveria ser conhecida e bastante explorada pelos profissionais e estudiosos de arquitetura, urbanismo, paisagismo e também de design de interiores.

Mas, infelizmente, isso é algo no qual poucos acreditam e se dedicam a estudar – embora devessem, pois os resultados desta prática são mesmo impressionantes.

A divulgação da técnica

Há algumas décadas, era difícil encontrar muita bibliografia nestas áreas abordando em algum tópico o tema ‘Feng Shui’. Porém, hoje, já existem muitos sites e revistas, principalmente de interiores, que o citam.

Milênios de aprimoramento desta ciência e o que a maioria sabe é que seu nome significa “vento” e “água”. Bem, mas isso é só uma tradução simplificada de um pensamento tão complexo que é o que fundamenta a técnica.

Imagine uma paisagem inteira – com montanhas, árvores e edificações. Agora, pense nas forças mais poderosas que poderiam agir sobre ela, alterando completamente o seu estado.

Existem agentes naturais que conhecemos – como os elementos água e fogo –, e outros que nem imaginamos – como as energias invisíveis que nos rodeiam, tipo vento e magnetismo. Tudo isso é relevante para o estudo do Feng Shui!

As diferentes escolas

O Feng Shui possui várias ramificações, ou melhor, escolas que analisam estes agentes sob um olhar particular. Tem a que se detém especialmente a observar a questão do formato das construções.

E a que vê as influências das energias no ser humano versus o fator tempo. Agora, o modelo mais compartilhado pelas mídias é, com certeza, aquele que utiliza o baguá como base para o estudo das plantas das moradias.

A utilização do baguá

O baguá pode ser visto sendo vendido em lojas de decoração. Ele é muito utilizado como talismã no lado de fora da porta de entrada das residências. Agora, ele é muito mais do que isso.

Na verdade, foi criado pelos antigos geomantes – estudiosos em Feng Shui – com o propósito de explicar, da forma mais sintetizada possível, esta ciência para os ocidentais. É um jeito mais fácil de demonstrar a relação das ‘áreas da vida’ e os ‘ambientes do lar’.

O baguá possui formato octogonal. Existem arquitetos e decoradores que pregam que ele deva que ser orientado de acordo com o norte magnético da Terra.

Já outros acreditam que o lado ilustrado em preto – chamado de “trabalho”-, deva ser posicionado sobre a planta baixa da edificação em direção à porta de entrada. De toda forma, o importante é saber que cada ambiente da casa apresenta suas qualidades e estas podem ser melhor exploradas.

O que o Feng Shui orienta para cada setor da casa

Hall de entrada

O hall de entrada da casa deve ser um local ‘clean’, e precisa dar a sensação de ser bem claro e espaçoso. Ele deve apresentar uma decoração minimalista, de traços suaves, e com muitos símbolos de boa acolhida.

Ficam bem nesse setor cristais, espelhos e outras obras de artes em formas assimétricas e onduladas. Quanto à paleta de cor, tons suaves, como azul.

Esta mesma lógica pode se estender para o cômodo seguinte, a sala de estar – até porque em muitos imóveis não há um hall, este ambiente é a única recepção.

Agora, seria interessante também acrescentar um toque e outro em tom mais quente na decoração – talvez em arranjos, tapetes, almofadas e mais. Isso porque o cômodo precisa ser mais aconchegante e estimular a alegria dos moradores e seus convidados.

Dormitórios

Os dormitórios são como ninhos protetores para seus usuários. Existem duas áreas do baguá que combinam com este tipo de ambiente.

O setor do relacionamento pode servir para o casal – com decoração em tons rosados e elementos que estimulem o romance, tipo fotografias, flores e mais. Já o setor da criatividade serviria para os filhos – com decoração em tons pastel, mas bem alegre e muito estimulante para a mente.

Cozinha

A cozinha representa muito do homem necessita na vida. A abundância de alimento seria o principal. Mas, claro, existem outras riquezas desejadas e que podem ser representadas na decoração deste ambiente.

Estão nesta lista os eletrodomésticos altamente tecnológicos; e revestimentos e armários com acabamento impecável, transmitindo ideia de ordem e limpeza. São tons indicados para a área, azul, púrpura e vermelho.

Salas e varandas

A auto realização do ser humano é relativa. Para cada um, o sucesso pode ser traduzido de maneiras diferentes – pela fama e ganho de dinheiro ou pelas relações de amizade.

Pode ser expresso pelas cores vermelhas, itens dourados, velas, esculturas em formato piramidal e mais. Isso pode combinar com decoração de áreas de lazer e reflexão, e também locais onde se lida com finanças, como os escritórios.

Agora, a segunda tradução das maiores riquezas que alguém pode desejar é ‘amizade’. Sabe-se que não se pode viver sozinho! É importante ter sempre a ajuda de pessoas! A área da criatividade é indicada para ambientes como varandas e áreas gourmet.

Nesses locais, a decoração indicada é aquela que explora tons neutros, como preto e branco, e metalizados, como prata; formas ovais; e adornos que lembram propósitos, filosofia e ideias.

Sala de jantar e banheiro

O centro da casa, de acordo com o baguá, é como a alma da família. Este seria um bom local para uma sala de jantar – ambiente que representa fartura e união de pessoas.

Esse espaço deve apresentar excelente iluminação; móveis confortáveis; enfeites que relaxem, inspirem, e estimulem a alimentação saudável. Combina com sua decoração vasos de plantas; espelhos; itens em madeira e palha; e uma paleta de cores em tons terrosos.

Já os banheiros são, para o Feng Shui, locais mais delicados de decorar. Isso porque são ambientes com alta concentração de energias – sobretudo as ruins. O ‘chi’ benéfico pode perigosamente “escorrer” para o ralo.

Mas a decoração seria capaz de combater isso. O principal é manter o local limpo. É indicado também o emprego de cores como verde e azul, de vasos com plantas verticais, flores e toalhas coloridas, velas perfumadas, e mais.

Bônus

Além do baguá, existem outros objetos utilizados pelos decoradores como amuletos. Eles poderiam, supostamente, curar ambientes; também intensificar, redirecionar, ou revigorar o ‘chi’; além de destacar a beleza dos ambientes. São exemplos:

  • As plantas, pedras, lâmpadas, artes e espelhos – como já foi citado;
  • Os elementos com movimento e sonoridade, como fontes, aquários, móbiles, sinos e cortinas;
  • Os poderosos cristais ou prismas;
  • Objetos naturais, como conchas, folhas, sementes e outros;
  • Até mesmo os animais domésticos – símbolos de vitalidade e amor.

Então, o que achou das dicas? Agora, é vez de você ir atrás de mais informações e inspiração para transformar, com a ajuda do Feng Shui, a decoração da sua casa!

Estas dicas de Feng Shui foram criadas pela equipe Viva Decora.

Especialistas online

Cigano Ravier

Terapeuta Holístico e Metafísico

97% Avaliações Positivas

1010 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Angel Luz

Tarologa Terapeuta Holístico

97% Avaliações Positivas

422 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Pai Edson D'Osun

Babalorixá

93% Avaliações Positivas

904 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Íris de Oxum

Oraculista

100% Avaliações Positivas

270 Consultas

R$4,49 por min. R$2,18 por min.

CONSULTAR AGORA

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *