A história da mitologia nórdica e seus deuses

História da Mitologia Nórdica

Já leu sobre a história da mitologia nórdica? Saiba que o panteão nórdico é sem dúvida repleto de personagens instigantes, muitas tragédias e um mundo completo de mitologia e fantasia. 

Isso é, graças aos deuses que, além de serem poderosos, também carregam consigo suas próprias origens e histórias.

Conheça  alguns dos principais deuses que compõem a história da mitologia nórdica.

Quais são os principais deuses que compõem a história da mitologia nórdica? 

Baldur, o belo

Filho de Frigga e protegido de Odin (reza a lenda que ele também poderia ser um dos filhos  de Odin), Baldur era uma divindade de justiça e sabedoria. 

Ele é um dos deuses da mitologia nórdica com um destino trágico e violento, tendo sido perturbado por pesadelos terríveis que traziam sinais de sua morte iminente. O que acabou perturbando também os outros deuses.

Em uma missão, sua mãe, Frigga, foi até a terra de Asgard para obter o juramento de todos os seres vivos que não machucariam seu filho. Entretanto,  Loki, o deus da trapaça, descobre que Frigga não teve o juramento da planta de visco, pois julgara como pequena e inofensiva.

Leia também: a cura pela natureza conheça os poderes das plantas

Com um plano ardiloso, Loki convence o irmão Hoder a lançar uma flecha de Visco que acerta e mata Baldur durante uma festa com os deuses.

Frigga, a deusa da fertilidade

Conhecida por ser uma brava guerreira que conquista todos à sua volta, Frigga é a primeira esposa de Odin e também a mais formosa entre as deusas.

Considerada deusa da fertilidade da terra, união e da dinastia Aesir (poderosos guerreiros de Asgard), Frigga e assemelha muito com Afrodite da mitologia grega, pois é também conhecida por representar o amor.

Veja também: Afrodite a deusa do amor

Dentre suas habilidades, podia se transformar em aves e usava um manto parecido com as nuvens, que se alterava conforme o seu humor, podendo clarear ou escurecer.

Quer saber mais sobre a deusa nórdica do amor? Temos uma matéria incrível que fala sobre a sua simbologia e oração.

Freya, a mais bela e poderosa

É bem comum confundir Freya com Frigga, já que ambas as deusas representam a beleza e o poder. Contudo, Freya se destaca por ser uma deusa apaixonada, admiradora das artes e que consome música a maior parte do tempo.

Sua característica combatente fica em evidência por ela ser a líder das valquírias, as servas poderosas de Odin, que voavam sobre os campos de batalha em busca de nobres guerreiros.

Leia também sobre: as Valkírias na mitologia nórdica

Hela, a deusa do reino dos mortos

Conhecida também por Hel, Hela é a deusa que foi designada por Odin para o mundo de Helheim (o mundo dos mortos). Como agradecimento, ela o presenteou com dois corvos: Munin e Hugin, que são os mensageiros entre a terra de Asgard e outros reinos.

Os corvos representam mal agouro em algumas culturas mas na história da mitologia nórdica eles são incríveis mensageiros que tudo vêem e tudo informam para Odin, o pai de todos.

Saiba o que significa: Sonhar com corvos

Sendo a deusa que reina no mundo dos mortos, Hela não é má nem boa, apenas justa. Cuidava e tratava das almas dos doentes, velhos e bondosos, mas aqueles que julgava serem maus, ela lançava sem clemência para Niflheim,o mundo congelado.

Skaldi, a deusa da caça

Skaldi é também a deusa das montanhas,do inverno e da caça. Inclusive, Skaldi lembra muito a deusa grega Ártemis.

Confira também: os principais deuses da mitologia grega

 A lenda diz que seu pai,Thiazi disfarçado de águia, capturou Loki forçando-o a atrair Idunn (a deusa do pomar) para fora da fortaleza dos deuses, com o objetivo de enfraquecer os Aesir.

No entanto, numa reviravolta, Thiazi se torna mais uma vítima de Loki, o que fez com que Skaldi se revoltasse contra todos os Aesir. E num combate nenhum deles foram capazes de atacá-la por ser uma jovem mulher.

Já reparou que a história da mitologia nórdica tem muitas divindades femininas?

Pois é, são várias personagens icônicas que equilibram o poder e a beleza, e para conhecer mais desse panteão diverso leia mais sobre as deusas nórdicas, e o que aprender com elas.

Loki, o deus da trapaça

Na história da mitologia nórdica temos personagens que quase estão presentes em todos os acontecimentos, e Loki é um deles.

Além de ser um deus travesso, possui uma capacidade estratégica ardilosa e calculista. O que o torna pouco confiável entre os outros deuses. Mas ele nem sempre é mau ou arrogante, inclusive já ajudou Thor a recuperar o seu martelo que fora roubado pelos gigantes.

Loki pode ser popular graças aos filmes de super-herói, mas sua história é bem diferente. Já que na lenda diz que ele liderava um exército durante o Ragnarok, (que é o apocalipse na história da mitologia nórdica). Contra as tropas de Odin.

Loki é adorado pelos estudiosos de mitologia, por ser poderoso e com habilidades mágicas como a de trocar sua aparência.

Thor, o deus do trovão

Thor dispensa apresentações, conhecido e adorado pelos fãs de mitologia nórdica ele é um deus poderoso e honrado.

Filho de Odin, fora presenteado com o martelo Mjolnir e tem o poder de controlar os trovões.

Uma das histórias mais trágicas é a queda de Thor, que durante o Ragnarok tinha a tarefa de matar Jormungand (a serpente de Midgard), que era tão grande que envolvia a terra. Thor cumpre a sua missão, mas o custo é a sua própria vida.

Conheça mais sobre: o poderoso Thor e as runas

Odin, o pai de todos

“O enviado do senhor da guerra”, o mais sábio entre todos os deuses. Odin marca a história da mitologia nórdica com a sua participação onipresente estando no alto em Valhalla.

Não é difícil encontrar deuses e semideuses agindo sob suas ordens e com sua vigilância constante.

A lenda mais conhecida é de que quando um guerreiro morre, este vai de encontro com Odin, e se sua morte não tiver sido honrada ele será expulso do Valhalla.

Yggdrasil, a árvore do mundo

A história da mitologia nórdica é repleta de elementos que completam esse universo, e os mundos são conectados pela árvore colossal Yggdrasil. Capaz de unir todos os mundos por meio da Bifrost, um arco íris que serve como teleporte para cada canto da árvore.

Veja esse vídeo para conhecer mais sobre a árvore do mundo.

A história da mitologia nórdica é bem rica e extensa, sua cronologia é um tanto bagunçada, mas sem dúvida muito divertida. As runas são o elemento atual desse universo e que podem ser consultadas até hoje.

Ficou curiosa? Basta conversar com um de nossos especialistas runas para dar uma espiadinha no que o universo tem a oferecer para você.

Nos vemos no Valhalla! ✨

Compartilhe nas redes sociais

Avatar
Candida Thomazelli
Candida Thomazelli projeta prédios e sonhos, escreve sobre magia e como deixar a vida leve. Cozinha coisas gostosas, deita no quintal para ver estrelas e, quando tem sorte, vê um ou outro satélite, mas pensa que é estrela cadente. Vive a magia da natureza e se encanta com cada amanhecer. Frui vita!

Especialistas online