O que faz de uma pessoa um médium espiritual?

O dom para ser médium espiritual é tão antigo quanto a própria humanidade. Personagens icônicos como os profetas bíblicos ou mesmo a heroína francesa e santa católica Joana d’Arc eram médiuns espirituais, o que mostra que a mediunidade é algo presente ao longo de toda a história. Mas, afinal de contas, o que é um médium espiritual?

Segundo a definição da Federação Espírita do Estado de São Paulo, “O médium espiritual atua como intermediário entre o plano físico e o plano dos espíritos. A troca mediúnica se dá por meio do pensamento, tratando-se de uma conexão mental estabelecida entre o espírito comunicador com a alma do médium receptor, ou médium espiritual”.

O Astrocentro disponibiliza para você mais de 40 médiuns videntes online disponíveis para consultas a qualquer hora do dia ou da noite: acesse agora e desvende seu futuro com videntes poderosos, supere os carmas de vidas passadas que te impedem de ser feliz e tenha um olhar espiritual e detalhado sobre seus sonhos aparentemente sem explicação.

Todos possuem o dom para ser médium espiritual

“A capacidade para ser médium espiritual é algo inerente a qualquer pessoa.” Quem afirmou isso foi o próprio fundador do espiritismo e maior estudioso da mediunidade que já existiu, Allan Kardec.

Em sua obra mais famosa, O Livro dos Médiuns, escrita no ano de 1862, Allan Kardec consolidou sua ideia de que a aptidão para ser médium espiritual não se restringia apenas a poucos indivíduos de sorte. Ele dizia que a faculdade para ser médium espiritual era abrangente e irrestrita, e que “Qualquer pessoa que sinta a influência dos espíritos, em qualquer grau de intensidade, é por si só um indivíduo médium espiritual”.

O que é preciso para ser médium espiritual?

Então, segundo os estudos de Allan Kardec, todos os seres humanos são suscetíveis à influência dos espíritos, sendo que, segundo ele, muitas vezes esta influência é maior do que nós mesmos imaginamos, porque frequentemente são os espíritos que nos guiam e dirigem nossas vidas.

Porém, Allan Kardec frisa que para ser um médium espiritual é necessário demonstrar a interação com os espíritos por meio do que ele chamava de “efeitos patentes com certa intensidade”, que independem de fé ou religião.

Estes “efeitos patentes de certa intensidade” que atestam que certa pessoa é de fato médium espiritual, são principalmente quatro: psicofonia (médium falante), psicografia (mensagens transmitidas pela escrita), clariaudiência (aqueles que ouvem a voz dos espíritos) e clarividência (aqueles que são capazes de ver os espíritos).

Descubra tudo sobre clariaudiência, a famosa faculdade mediúnica, e saiba também os significados e implicações de ser clarividente.

Entenda também a relação entre clarividência e livre-arbítrio, e como ela influencia nossos destinos, e conheça algumas técnicas especiais para desenvolver a clarividência.

Compartilhe nas redes sociais

Avatar
Yara
Trabalhando como jornalista e astróloga, Yara Vieira, divide o seu tempo sendo especialista em conteúdo web e analisando tudo o que está escrito nas estrelas. Há mais de 5 anos é redatora no Astrocentro e tem como hobbie ler, assistir muitos filmes e explicar o que é Mapa Astral para os amigos.

Especialistas online