Alivie as dores do recém-nascido com uma boa simpatia para cólica de bebê

Simpatia para cólica de bebê

Uma das situações que mais geram estresse para os recém-nascidos e para os cuidadores são as temidas cólicas. Elas são muito comuns entre as duas semanas e os três meses de vida, e muitas vezes são difíceis de controlar. Quando nada mais funcionar, vale a pena tentar uma simpatia para cólica de bebê. 

Esse incômodo pode ter diversas causas. As dores podem ocorrer porque o bebê está engolindo muito ar durante as mamadas, porque tem intolerância a algum alimento que a mãe está consumindo ou até por imaturidade do sistema digestivo. 

O fato é que as dores incomodam muito os pequeninos, e o choro de um bebê com cólicas pode continuar por horas, levando os cuidadores ao desespero. Se você está tendo esse tipo de problemas com o seu bebê, não se preocupe. Enquanto o período das cólicas não passa, você pode fazer uma pequena simpatia para ajudar a aliviar as dores do pequenino. 

Simpatia para acabar com cólica de bebê

Uma das simpatias para cólica de bebê é bastante simples. Tudo que você vai precisar é de três folhinhas de arruda. Coloque as folhas da planta debaixo do travesseiro da criança durante a noite.

Enquanto o bebê dorme, reze um Pai Nosso e uma Ave Maria. Você deve deixar as folhas da arruda debaixo do travesseiro até amanhecer. Durante a noite, a erva vai manifestar o seu poder e aliviar as cólicas do recém-nascido. 

Se você desconfiar que as cólicas podem ser energias ruins que alguém projetou sobre a sua família, aproveite a arruda para dissipá-las. Faça esta simpatia para tirar quebranto de bebê e limpe as energias em torno da criança. 

Simpatia para cólica de bebê recém-nascido

Você também pode aproveitar o forte poder da lua cheia para aliviar as cólicas do recém-nascido. Para essa simpatia, você vai precisar de uma vela branca.  

Na noite de lua cheia, acenda a vela em um local seguro. Depois, tire a roupa do bebê e vire o seu bumbunzinho para a lua. Com bastante respeito e fé, peça: 

“Lua, luar, levai a dor de barriga desta criança e me ajuda a criar.”

Deixe a vela queimando até o fim, certificando-se que ela está em um local que não possa ser alcançado pelo bebê e por outras crianças. Olhe também se não há perigo de incêndio caso ela tombe para o lado. 

No vídeo abaixo, a especialista Johara fala mais sobre a influência da lua cheia. 

Outras medidas para aliviar a cólica dos bebês

É importante dizer que, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), até os seis meses de idade a criança não deve consumir nenhum outro alimento além do leite materno (ou da fórmula, nos casos em que há indicação médica). 

Portanto, chás, fitoterápicos, medicamentos e até água só devem ser oferecidos ao recém-nascido se forem prescritos pelo pediatra da criança. Mas há alguns truques que podem aliviar as dores das cólicas e são seguros para os pequeninos. 

Compressa morna

A temperatura mais quentinha ajuda a dissipar os gases que causam as cólicas. Assim, há algumas formas de fazer essa compressa. A primeira delas é passar a ferro um pano do bebê — pode ser uma fralda — e aplicar sobre a barriguinha. 

A segunda forma é usando uma bolsa térmica de água ou de gel. Se for usar essa opção, tenha cuidado para não aquecer demais a bolsa. Além disso, nunca encoste a bolsa diretamente sobre a pele do bebê, tenha sempre um pano para proteger o contato.

Uma terceira opção não envolve compressas, mas o contato direto com o corpo da mãe ou de outro cuidador. Coloque a barriga do bebê em contato direto com o seu próprio abdômen. O calor do seu corpo junto com o toque da pele vão proporcionar relaxamento e bem-estar. 

Massagens na barriga

Outra técnica que tem bons resultados são as massagens sobre a barriga. Deite o bebê de costas e tire a roupinha. Passe um pouco de óleo de amêndoas ou gergelim nas palmas das mãos e faça massagens circulares no sentido horário em volta do umbigo. O movimento aquece a região e contribui para a liberação dos gases. 

Exercícios com as pernas

Com o bebê deitado com a barriga para cima, faça exercícios com as perninhas. Leve os joelhos do recém-nascido em direção à barriga e, depois, volte a esticar. Essa compressão leve da barriga ajuda a movimentar e liberar os gases que causam as cólicas. 

Ao aplicar esta técnica, cuidado para não fazer muita pressão sobre as articulações dos joelhos e quadris. Como os ossos ainda estão em crescimento, uma pressão excessiva pode prejudicar a formação dessas articulações.  

Cuidar da alimentação

Mesmo que o seu bebê só tome leite materno, você precisa ficar de olho na alimentação — a sua. Muitos recém-nascidos têm intolerância a determinados alimentos, como feijão, laticínios, frutas mais indigestas como manga e melão. 

Assim, é muito comum que eles sintam desconforto quando a mãe consome esses alimentos. A lógica é a seguinte: os nutrientes passam para a corrente sanguínea e transferem-se para o leite materno. A criança acaba consumindo esses alimentos por intermédio da mãe. 

Tente observar se as cólicas do seu bebê estão relacionadas a algum alimento que você consome. Caso sim, corte esses ingredientes da sua dieta, pelo menos nas primeiras semanas de vida da criança. 

Depois, você pode experimentar uma reintrodução gradual para ver como o bebê reage. Muitas vezes, ele só precisa de tempo para que o seu sistema digestivo amadureça. 

Quando veem seu bebezinho indefeso chorando de dor, muitos pais ficam nervosos, e essa é uma reação normal. Porém, é importante manter a calma para passar segurança para o bebê e conseguir ajudá-lo. Se você estiver muito nervosa, faça algumas respirações lentas e profundas, que ajudarão você a se acalmar. 

Se feitas com amor e fé, as simpatias para cólica de bebê podem ajudar muito. O ritual acalma a mãe e, ao mesmo tempo, envia energias de cura para o recém-nascido. Portanto, vale a pena aliá-las às outras técnicas para promover o bem-estar do pequeno. Aproveite para conhecer o livro “Bênção dos Anjos para os Bebês” em nossa loja online e traga a presença dos anjos sempre para a companhia da sua criança!

Especialistas online

Comentários

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *