Allan Kardec e a sua ligação com o espiritismo

Considerado o maior codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec passou diversos anos da sua vida se dedicando à divulgação do espiritismo, que atualmente conta com cerca de 15 milhões de adeptos espalhados pelo mundo.

Kardec, por intermédio de médiuns, recebeu ensinamentos de seres superiores e publicou diversas obras , fundamentais para compor os princípios do espiritismo.

Assim, em 18 de abril de 1857, ele apresentou aos seus seguidores O Livro dos Espíritos, sendo um marco importante nessa religião. Essa obra foi escrita com auxílio dos seres superiores, que esclarecem, de forma clara e objetiva, as mais variadas dúvidas sobre o plano espiritual.

Por que Allan Kardec compartilhou os ensinamentos do espiritismo?

Hippolyte Léon Denizard Rivail, com pseudônimo de Allan Kardec, era pedagogo e foi aluno de Johaan Heinrich Pestalozzi, considerado um dos precursores em pesquisas científicas sobre fenômenos sobrenaturais.

Então, como Kardec era dotado de muita sabedoria, decidiu, em 1854, investigar um famoso acontecimento paranormal que ocorria na época, as “mesas girantes”.

Esse tipo de sessão espírita popular nos salões da aristocracia europeia consistia em um grupo de indivíduos reunidos em torno da mesa, na qual colocavam suas mãos com o objetivo de realizar uma comunicação com desencarnados.

Através da sua investigação, ele constatou que de fato existia uma inteligência de seres de outros planos por trás desse fenômeno mediúnico. A partir desse momento, Kardec descobriu a possibilidade de se comunicar com os espíritos e escreveu diversos livros com o auxílio deles. Assim, passou de cético para o maior difusor do espiritismo no mundo.

Os ensinamentos do espiritismo diante de outras religiões no século XIX

Esses ensinamentos do espiritismo foram difundidos em uma época em que outras religiões passavam crises ideológicas. Isso porque no Ocidente, durante o século XIX, o conhecimento científico se expandiu e alguns indivíduos acreditavam que a fé deveria ser explicada pela ciência.

Então, essa crise despertou a necessidade de se ter uma nova religião. Assim, Kardec, ao pesquisar a existência de outros seres superiores e sua intervenção no mundo corpóreo, apresentou provas tangíveis à existência de espíritos.

Veja abaixo alguns princípios do espiritismo pregados por Allan Kardec:

  • A reencarnação sucessiva;
  • A imortalidade da alma;
  • A comunicabilidade entre encarnados e reencarnados.

 

Compartilhe nas redes sociais

Avatar
Yara
Trabalhando como jornalista e astróloga, Yara Vieira, divide o seu tempo sendo especialista em conteúdo web e analisando tudo o que está escrito nas estrelas. Há mais de 5 anos é redatora no Astrocentro e tem como hobbie ler, assistir muitos filmes e explicar o que é Mapa Astral para os amigos.

Especialistas online